24°
Máx
17°
Min

Aumenta a produção brasileira de açúcar e reduz a de Etanol. No Paraná, aumenta a produção das duas commodites

Foto: Divulgação - Produção de açúcar aumenta e reduz a de Etanol
Foto: Divulgação

A divulgação do levantamento da safra 2016/17 de cana-de-açúcar, efetuado pela CONAB, revelou o aumento de 3,7% na área cultivada e de 2,9% na produção de brasileira de cana-de-açúcar, para 8,97 milhões de hectares e 684,8 milhões de toneladas, ambos em relação a safra 2015/16. Se confirmada, esta será a segunda maior área cultivada de cana no Brasil.

A produção de açúcar deve atingir 39,96 milhões de toneladas, 19,3% superior a verificada na safra 2015/16 e a produção de etanol será de 27,87 bilhões de litros, registrando queda de 8,5%, também em relação a safra anterior. A produção de anidro aumenta 2,5%, para 11,49 bilhões de litros e a de hidratado reduz 14,9%, para 16,38 bilhões de litros, em função do menor consumo deste combustível.

O aumento da produção de açúcar se deve a menor oferta mundial desta commoditie e a elevação das cotações internacionais, além do fato do o Brasil ser o maior produtor e exportador mundial do produto.

No Paraná, o aumento de área será de 20,9% e da produção em 11,0%, atingindo 624,7 mil hectares e 45,89 milhões de toneladas. A produção de açúcar aumenta 25,3%, de 2,7 para 3,39 milhões de toneladas, e a de etanol 7,3%, de 1,58 para 1,69 bilhão de litros. Em função do excesso de chuva na safra anterior, uma parcela significativa de área, em torno de 25%, não foi colhida na safra anterior e está sendo colhida nesta safra (cana bisada).