24°
Máx
17°
Min

A aposta é na mediação para a solução de conflitos

Mediação de conflitos - O prefeito Reni Pereira (PSB) submeteu à apreciação da câmara de vereadores um projeto para criar a Central de Conciliação e Acordos no Âmbito de Foz do Iguaçu. A proposta é um meio para a solução de controvérsias administrativas ou das demandas judicializadas envolvendo a Procuradoria e a secretaria da Fazenda. Trilha pelos atalhos propostos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Resolução do CNJ – Os conselheiros do CNJ aprovaram, durante Sessão Plenária Virtual, a atualização da Resolução do Conselho que criou a Política Judiciária de Tratamento de Conflitos. A emenda estabelece a criação do Cadastro Nacional de Mediadores Judiciais e Conciliadores, visando apoiar tribunais que não tenham desenvolvido o cadastro estadual. O diferencial consiste na possibilidade de escolha do mediador com base no histórico de casos bem como no seu patamar de remuneração.

Turismo premiado - A comissão julgadora do 4º Prêmio Panorama do Turismo | Profissionais do Ano | 2015 homologou os nomes dos três finalistas em cada uma das 17 categorias em disputa. Entre os finalistas estão os iguaçuenses Marcelo Valente (Agência de Receptivo), Ademilde Moraes (Agência de Emissivo), Sidney dos Reis (Guia de Turismo) e Paulo Angeli (Top Tur). O prêmio tem, ainda, a assinatura da Fecomércio/PR. Os vencedores serão anunciados apenas na cerimônia de entrega da premiação prevista para o próximo mês de abril.

Visão noturna - A mais recente proposta para reforçar a segurança aos passageiros de ônibus que transitam pelas rodovias paranaenses são as câmeras com visão noturna. A Comissão de Obras Públicas, Transportes e Comunicação da Assembleia Legislativa do Paraná aprovou um projeto que obriga a instalação das câmeras nos veículos.

Esvaziando o pátio – Está marcado para quarta-feira (16) o leilão de carros e motos, nacionais e estrangeiros, apreendidos pela Guarda Municipal e o Foztrans. Os lances presenciais e online serão recebidos na sede do Sest/Senat, que fica no Parque Presidente, próximo ao CTG Charrua, a partir das 10h. Os lotes incluem veículos aptos a circular e sucatas.

Parlamentarismo na pauta - O Supremo Tribunal Federal (STF) começa a decidir na sessão plenária desta quarta-feira (16) se uma emenda constitucional pode instituir o parlamentarismo no país abolindo o presidencialismo. O caso repousa nos escaninhos do STF desde 1997. Há quem defenda que o parlamentarismo pode ser a saída para por fim a crise política, econômica e institucional que o país enfrenta. 

Pátria educadora - Ontem (15) foi comemorado o Dia da Escola. Segundo um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), baseado nos indicadores do Censo Escolar 2011, “pouco mais de 44% das escolas brasileiras têm apenas a estrutura elementar, que é água encanada, banheiro, energia, esgoto e cozinha”.

Tô fora! O vereador Luiz Queiroga (DEM) pediu sua exclusão da Comissão de Legislação, Justiça e Redação. Ele reclama que não é convocado para participar das decisões da comissão presidida pelo vereador Paulo Cesar Queiroz-Coquinho e que tem como relator o vereador Beni (PSB). Lamenta que tenha sido deixado à margem das decisões. E como indignação pouca é bobagem, Queiroga também deu baixa na Comissão de Obras e Urbanismo. Passou a régua!

Nova celeuma - A revisão na redação da proposta da edital da PPP vai exigir muito mais que simples ajustes técnicos. O tempo de contrato agora é a bola da vez até mesmo para quem defende a proposta. Dilto Vitorassi (PV) já avisou que, na nova fase, vai se posicionar contra a proposta inicial.

Causou estranheza - Nem bem a comissão de intervenção administrativa do Hospital Municipal terminou os esclarecimentos, prestados no plenário da Câmara, o vereador Gessani (PP) já anunciava o encaminhamento do pedido de instalação de uma Comissão de Inquérito para analisar o relatório. O vereador quer saber como foi possível, em tão pouco tempo, a economia superior a R$ 2 milhões por mês. Antes, porém, precisa de cinco assinaturas.

Bastante interessado - A prestação de contas da comissão de intervenção administrativa do Hospital Municipal de Foz do Iguaçu foi feita sob o olhar atento do promotor público Roberto Mafra. Ele tem feito blitz na área da saúde. Aparece, sem aviso, nas unidades. 

Praças e ciclovias - A Prefeitura de Foz publicou editais de licitação para a revitalização de três praças na área central, pavimentação e ciclovias nas avenidas Edgar Schimmelpfeng, Costa e Silva, Paraná e JK.

Índice comemorado – O levantamento rápido de infestação do aedes aegypti em Foz do Iguaçu mostra a redução de 6,09% em janeiro para 1,19% em março.