22°
Máx
14°
Min

Aprovados subsídios para prefeito, vice e vereadores, sem reajustes

Subsídio aprovado - Com os fatos mais relevantes observados pela imprensa e pela população, como a prisão domiciliar do prefeito Reni Pereira (PSB) e posse da prefeita Ivone Barofaldi (PSDB), os vereadores votaram o subsídio para a próxima legislatura. O valor foi mantido, sem reajuste, em R$ 9.082,13 mensais.

No Executivo - O prefeito  receberá R$ 21.990,85 mensais de subsídio e o Vice-prefeito, R$ 14.742,00. Os secretários municipais vão receber R$ 10.003,50. Os valores foram aprovados na última sessão do mês de julho, antes do início do recesso.

Recesso branco - A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu entrou em recesso. Contudo, o presidente, Fernando Duso (PT) não descarta a possibilidade de sessões extraordinárias caso a prefeitura necessite.

Novo horário - Caso não ocorram convocações, os trabalhos serão retomados em agosto e em novo horário. As sessões retornam ao período matutino, às 9h. Após a terceira tentativa de mudança, o horário vespertino foi novamente reprovado.        

Bloco de oposição - O vereador Luiz Queiroga (DEM) apresentou as credenciais da bancada de oposição na Câmara. Disse que o bloco está à disposição da prefeita Ivone Barofaldi.

Governo tampão - O vereador Nilton Bobato disse que é cedo avaliar o “governo tampão” da prefeita. Garantiu que vai continuar fiscalizando o governo.  

Tentando reverter – Em prisão domiciliar, Reni Pereira foi afastado da função pública e impedido de acessar as dependências da Prefeitura Municipal. Porém, a defesa do prefeito tenta reverter a decisão.     

Facão afiado – A edição do Diário Oficial do Município desta segunda-feira (18) é aguardada pelos ocupantes de cargos em comissão e também pela imprensa. Na sexta-feira (15) a prefeita Ivone Barofaldi exonerou quase duas dezenas de comissionados. As novas exonerações  e as substituições serão conhecidas ao longo da semana.      

Mínimos detalhes - O vereador Gessani da Silva (PP) vai convocar a diretora da Fundação Municipal de Saúde, Patrícia Foster para explicar com detalhes o contrato com o laboratório de análises clínicas encerrado na semana passada.  

Convenções partidárias - Começa na quarta-feira (20) o período de realização de convenções partidárias para deliberar sobre coligações e escolher candidatos a prefeito, a vice-prefeito e a vereador.

Direito de resposta -  A partir de quarta-feira (20) é assegurado o exercício do direito de resposta ao candidato, ao partido político ou à coligação atingidos, ainda que de forma indireta, por conceito, imagem ou afirmação caluniosa, difamatória, injuriosa ou sabidamente inverídica, difundidos por qualquer veículo de comunicação social.

Gastos de campanha – Na quarta-feira (20) a Justiça Eleitoral anuncia os limites de gastos para cada cargo eletivo em disputa.

Enquetes vetadas - Data a partir da qual não será permitida a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral.

Sem PPP -  Com quatro votos contrários, provocados pela previsão de parceria público-privada na peça orçamentária, o projeto de Lei que trata sobre as Diretrizes para Elaboração da Lei Orçamentária de 2017 foi aprovado. Segue para sanção do Executivo.

Votos contrários - Os votos contrários foram dados pelos vereadores: Nilton Bobato (PCdoB), Anice (PTN), Gessani da Silva (PP) e Luiz Queiroga (DEM).

Estado de abandono -  “Não tem reforma alguma no PA Morumbi. Reparos iniciados estão abandonados e materiais estão sendo furtados”. A denuncia é do Sindicato dos Servidores Municipais de Foz do Iguaçu (Sismufi) que prometeu acionar Ministério Público, Câmara Municipal, COMUS e COREN.

“Foz Experience” - Foz do Iguaçu é o único destino turístico brasileiro convidado a participar com um estande da Casa Brasil, durante a Olimpíada do Rio de Janeiro. Em uma cabine holográfica o visitante poderá ver e até “sentir” as Cataratas do Iguaçu. O estande está sendo montado pela Itaipu Binacional.