27°
Máx
13°
Min

Associação preocupada com regularidade dos Microempreendedores Individuais

Cancelamento cadastral - A associação dos Empreendedores Individuais de Foz do Iguaçu (AEIFI) está preocupada com a possibilidade de cancelamento do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica das Microempresas individuais em situação irregular. Por isso a entidade está convocando os empreendedores para que procurem a associação para a regularização das empresas.

Recolhimento obrigatório - É considerada irregular a MEI inadimplente no recolhimento do Documento de Arrecadação Simplificada (DAS) pelo período de 24 meses e que deixar de fazer por dois anos a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN).

Vizinhança barulhenta - No fim de semana oito entre dez denuncias no 190 da Polícia Militar estão relacionadas à perturbação do sossego. Os abordados alegam desconhecer que som alto, em qualquer horário, pode levar a intervenção das forças de segurança.

Exigência questionada - A legalidade da exigência da certidão de regularidade do Sest/Senat para o recadastramento de taxistas em Foz do Iguaçu está provocando questionamento do Sindicato que representa 439 permissionários e 300 colaboradores. O Foztrans recebeu, e está avaliando, o requerimento que pede a retirada do item do edital.

Polícia Turística - O comando do 14º Batalhão de Polícia Militar não confirma oficialmente, mas, a partir de agosto, Foz do Iguaçu deverá contar com o 1ª Companhia de Polícia Turística do Paraná.

Experiência anterior - A Guarda Municipal de Foz do Iguaçu, em 2004, contava com um Pelotão de Turismo. Os guardas receberam tratamento especial. Durou pouco. Na mudança de governo o projeto foi cancelado.

Secretário nomeado - Os representantes do segmento turístico bateram o martelo. O servidor Lourenço Kurten foi o escolhido para ocupar a pasta do Turismo.  O novo secretário ocupava a Diretoria de projetos da Secretaria.

Infrações de trânsito - Os equipamentos de fiscalização eletrônica, instalados em Foz do Iguaçu, emitiram 54.655 multas no primeiro semestre. As infrações flagradas pelos equipamentos estão relacionadas ao avanço de sinal vermelho e excesso de velocidade.

Dívida negociada - A dívida do Município com o Hospital Costa Cavalcante, superior a R$ 25 milhões, está sendo negociada. O arremate do acordo deve ser anunciado ainda nesta semana.

Mobilização suspensa - Os médicos estenderam, até 17 de agosto, o prazo para que a Prefeitura resolva a situação relacionada ao pagamento dos honorários da categoria  referentes aos meses de março, abril, maio e junho.  O prazo venceria nesta segunda-feira (25).

Em tempo real - A prefeita Ivone Barofaldi ativou, no gabinete, um serviço de monitoramento das unidades de saúde.