22°
Máx
16°
Min

Comissão Processante: Terceira e derradeira tentativa de notificação

Pessoal ou edital - Após duas tentativas a Comissão Processante tenta, nesta quinta-feira (14), promover a notificação pessoal do prefeito Reni Pereira (PSB). É a derradeira. Sendo infrutífera a notificação será feita por edital.

Sem convite -  O vereador Dilto Vitorassi (PV) não está satisfeito com os membros da Comissão Processante. Vitorassi reclamou, ao jornal A Gazeta do Iguaçu, que não estaria sendo convocado para os atos da comissão. 

Nada demais – O presidente da Comissão, vereador Zé Carlos, alega que o ato apontado por Vitorassi foi o de assinatura do processo de notificação do prefeito. Lembrou que a Comissão inicia, efetivamente, os trabalhos após a notificação. Portanto, como isso ainda não ocorreu, não há motivo para reclamação.

Ação interventiva – O sete comissões do Conselho Municipal de Saúde (COMUS) se  reúnem nesta quinta-feira (14). Na pauta a situação da saúde pública no município. É uma reunião preparativa. Não está descartada a possibilidade de se aprovar um indicativo de pedido de intervenção na saúde.

Reservas internacionais -  A hotelaria iguaçuense agradece aos estrangeiros. Com a crise brasileira e a queda no número de visitantes nacionais, os gringos ajudaram a garantir o índice de 69,9% de ocupação hoteleira no período de férias. A pesquisa é do Sindhotéis.

Polícia em ação - De janeiro a junho de 2016 a Polícia Civil do Paraná deflagrou 86 operações policiais resultando na prisão de 476 pessoas em todo o Estado.

Monitorar e rastrear - A Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Paraná aprovou parecer favorável ao projeto que determina a instalação de câmeras de monitoramento e sistema de rastreamento permanente nos veículos do transporte escolar.

Vai sobrar -  No setor público são 8.880 veículos que transportam mais de 200 mil alunos. A responsabilidade pela administração dos recursos repassados pelo governo Estadual e dos itinerários é do município conveniado. Dessa forma, as prefeituras poderão sofrer o impacto de qualquer custo eventual. Vai sobrar para os municípios, de novo.

Nova frota - O projeto prevê que a medida terá validade apenas para veículos novos, adquiridos a partir da vigência da lei. Porém, antes, é preciso que a proposta seja aprovada e sancionada.

Botão de pânico - A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa do Paraná aprovou parecer favorável ao projeto que trata da implantação do chamado “Botão do Pânico”. O sistema de segurança é destinado às mulheres em situação de violência doméstica e familiar com medida protetiva.

Mais médicos -  Durante audiência pública conjunta entre as comissões de Seguridade Social, Fiscalização Financeira e Controle e Defesa do Consumidor, o ministro da Saúde Ricardo Barros  garantiu a continuação do Programa Mais Médicos. Não poderia ser diferente. Atualmente, mais de dois mil municípios são atendidos apenas por médicos do programa.  

Plano popular - O  ministro Ricardo Barros (PP) voltou a defender o apoio à criação de planos de saúde mais populares. Para Barros, esta medida pode auxiliar na melhora do atendimento do serviço público. Traduzindo: Como o governo não consegue resolver transfere o problema para o cidadão.

Após o recesso -  O Senado aprovou requerimento de urgência para o projeto que aumenta a remuneração dos defensores públicos da União. A votação, no entanto, deve ocorrer após o recesso parlamentar.