22°
Máx
17°
Min

Conselho Municipal de Saúde, videomonitoramento, CPI, taxas e outros assuntos

Saiu em defesa - Relatório do Conselho Municipal de Saúde (Comus) citando supostas ilegalidades na Gestão da Fundação Municipal de Saúde, que é comandada pela advogada Patrícia Foster é contestado pelo advogado Victor Hugo, membro da comissão interventora.

Capacidade comprovada - O relatório aponta a falta de formação em Gestão Hospitalar da presidente da Fundação. O advogado esclareceu que Patrícia Foster integra uma comissão interventora que atua na Fundação Municipal de Saúde mediante requisição administrativa. Portanto, as exigências cobradas pelo Comus são dispensáveis nesta situação. Além disso, atesta o advogado, a atual gestora possui capacidade e conhecimento de gestão já comprovados. 

CPI operação Pecúlio - O vereador Vitorassi já antecipou que será investigada a denúncia recebida pela comissão de suposta venda de “terrenos supervalorizados a quem não precisa e não estava na lista do Fozhabita”. Mirou no superintendente do instituto.

Desafeição antiga - Até as rochas das cataratas do Iguaçu sabem que o vereador Dilto Vitorassi (PV) e o diretor superintendente do Fozhabita, Valmir Griten não dividem a mesma mesa.

Mais documentos – Além das dezenas de contratos requisitados, e anunciados que serão requisitados, a CPI agora incluiu a requisição dos documentos relativos aos pagamentos do processo de implantação do sistema de videomonitoramento da Guarda Municipal.

Mezzo a mezzo - Metade funciona e metade não. Essa é realidade das câmeras de monitoramente de Foz do Iguaçu. A informação é da diretoria de Logística da secretaria municipal de Segurança Pública. Porém, há quem aposte que o número de equipamentos inativos é bem maior.

Taxa questionada – O Conselho Municipal de  Turismo está questionando a taxa cobrada na Aduana da Argentina. Agora o visitante tem que desembolsar a taxa municipal para efeitos de conservação do meio ambiente.

Parceria ambiental - A Sanepar e o Provopar estão atuando, em Foz do Iguaçu, em parceria para promover a consciência ambiental dos alunos que fazem cursos profissionalizantes na entidade. Os alunos recebem orientações sobre uso racional da água e utilização correta do sistema de esgoto. Nos últimos quatro anos, a parceria já promoveu a conscientização ambiental para cerca de 1.200 alunos.

Celular ao volante - Um estudo do Departamento de Trânsito e Segurança nas Estradas dos Estados Unidos aponta que o uso de celular ao volante aumenta em até 400% o risco de acidente. De acordo com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, do toque inicial até o desbloqueio do aparelho, com um veículo a 100 Km/h, são 120 metros dirigindo sem visibilidade da via.

Vilão da distração – O uso de celular ao volante combina com distração. E um estudo da Universidade de São Paulo (USP) revela que 72% dos acidentes são provocados por motoristas distraídos. E não são poucos. Neste primeiro quadrimestre mais de 30 mil condutores foram multados no Paraná pelo uso de celular ao volante.

Festival de Turismo - A Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (ALEP) aprovou o requerimento de uma menção honrosa ao Festival de Turismo das Cataratas, considerado o maior evento fixo de Foz do Iguaçu e o segundo maior de turismo na região Sul do País. O requerimento foi proposto pelo deputado Chico Brasileiro. A menção deve ser oficializada durante a abertura da 11ª edição do Festival, programada para ser realizada entre os dias 15 e 17 de junho.

Extensão de linha - Vereador Rudinei de Moura (PEN) cobra extensão de linha do transporte coletivo até a região da cadeia pública e das penitenciárias. Familiares dos detentos, sob sol ou chuva, são obrigados a longas caminhadas para as visitas semanais.