22°
Máx
14°
Min

Festival de Turismo das Cataratas consolida força da iniciativa privada

Entre os maiores - Representantes de todos os estados brasileiros e de pelo menos oito países da América do Sul participam, a partir desta quarta-feira (15), da 11ª edição do Festival Internacional de Turismo das Cataratas, em Foz do Iguaçu. O evento está entre os maiores e mais importantes da América do Sul.

Caravanas – Este ano, houve um recorde de 46 caravanas de agentes de viagens, das quais três procedentes do Paraguai e cinco da Argentina. Houve também um aumento no número de estandes da Feira de Turismo e Negócios, que já é a quarta maior do Brasil. Os 207 estandes serão ocupados por mais de 600 marcas de empresas, destinos e atrativos.

Solenidade de abertura   - Nos três dias são esperadas mais de 6 mil pessoas, entre agentes de viagens, operadores, hoteleiros e outros fornecedores e profissionais de turismo, além de estudantes e professores da área. A solenidade de abertura do Festival acontece às 20h no Rafain Palace Hotel & Convention.

Vinhos argentinos - Outra novidade do Festival de Turismo das Cataratas é o 1º Salão do Vinho Argentino, com estandes para exposição de 17 renomadas bodegas (vinícolas) argentinas. Ali poderão ser degustados diversos tipos de vinho, sob orientação de especialistas, e apreciados alguns pratos típicos da culinária argentina.

Protocolo de intenções - O diretor-executivo de Programas Operacionais e Relações Institucionais da Organização Mundial do Turismo (OMT), Márcio Favilla, assinará, às 14h desta quarta-feira (15), um protocolo de intenções com a Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI) para futuras parcerias na área de capacitação, estudos turísticos e consultorias.

Atendimento precário - A Comissão mista da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu realizou audiência pública para debater a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2017. Durante a exposição os membros do Conselho Tutelar reclamaram da verba destinada ao órgão que, com orçamento precário, enfrenta a falta de estrutura e de equipamentos.  

Devolver para adequar - O vereador Nilton Bobato (PCdoB) questiona que as emendas parlamentares foram desconsideradas. No entender do vereador a Prefeitura ignora a participação dos vereadores na elaboração do orçamento. Para Bobato, a peça apresentada é apenas uma adequação de números do orçamento anterior sem previsão de crescimento. A proposta é de devolução da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2017 para adequação.       

Acompanhando de perto - A presidente do Sindicato dos Professores da Rede Municipal, professora Maria Rice, acompanhou atentamente a audiência. Buscava, na previsão orçamentária,  a garantia de que os compromissos assumidos com os professores serão cumpridos em 2017. Acendeu a luz amarela.

Religiosos barrados – O controle de acesso de religiosos no Hospital Municipal atingiu até mesmo o bispo emérito de Foz do Iguaçu, dom Laurindo Guizardi. Ele conta que, dia desses, em uma visita para a unção dos enfermos teve dificuldades de entrar no hospital. Dom Laurindo estava lá para atender o pai de um dos padres da Diocese.     

Intercorrências médicas - O setor de atendimento do Hospital Municipal esclarece que atendimentos de urgência no momento da visita impedem a entrada de pessoas no setor. Exigem, inclusive, que somente médicos e enfermeiros permaneçam no local. Além disso, a presença de religiosos, especialmente em enfermarias, afeta também outros pacientes. Por isso o horário de visita  foi regulado.  

Voltou à tona - A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que acompanha as investigações da operação Pecúlio ouviu o Superintendente do Fozhabita, Valmir Griten.

Repique -  O Fozhabita não é investigado pela Polícia Federal. Estranhamente o instituto voltou à tona. Recentemente uma CPI, presidida por Nilton Bobato (PCdoB), já havia investigado a autarquia sem resultados.

Esvaziamento – A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que acompanha as investigações da operação Pecúlio, destinou a quarta-feira (15) par oitivas de pessoas ligadas à área da saúde. Porém, além dos que não foram localizados, alguns pediram prorrogação. O advogado Túlio Bandeira é aguardado pelos vereadores. 

Amanhã tem mais -  Na quinta-feira (16) será ouvido, entre outros convocados, o ex-secretário de Saúde, Charles Bortolo.  

 Sindicato não gostou - O anúncio do governo do Estado da abertura de Processo Seletivo Simplificado para a contratação temporária de 1.201 profissionais para atuar nas unidades do sistema prisional em todo o Estado não foi bem recebido pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (SINDARSPEN). A entidade “vê com preocupação e repudia” a medida.

Tapar o sol com a peneira - Para o SINDARSPEN, diante da gravidade da falta de efetivo nas unidades prisionais do Paraná, o governo “insiste em tapar o sol com a peneira”. O sindicato avalia que o déficit atual é de 1.600 agentes penitenciários. Enquanto isso existem 1.200 agentes penitenciários aprovados em concurso, prorrogado até 2017, aguardando contratação.

Agentes de cadeia - A entidade denuncia que não existe a carreira dos chamados “agentes de cadeia”. No edital o cargo tem atribuições profissionais similares as do agente penitenciário. Os agentes serão responsáveis, principalmente, por orientar, vigiar, fiscalizar, revistar e conduzir os detentos na unidade penal e cadeias públicas, apreendendo objetos suspeitos ou não permitidos.

Posta restante - De janeiro a maio deste ano, o DETRAN emitiu mais de 418 mil notificações e penalidades de infrações no Estado e mais de 133 mil foram devolvidas devido a problemas de localização do proprietário do veículo. Com isso, os motoristas ficaram impedidos de se defender da autuação.

Ficha suja -  Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE) entregará nesta quarta-feira (15), ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a lista de agentes públicos com contas julgadas irregulares pelo órgão de controle externo nos últimos oito anos. Com base nestes registros, a Justiça Eleitoral define a relação de candidatos inelegíveis. A lista reúne os processos com trânsito em julgado.

Lista do TCU - A lista do Tribunal de Contas da União (TCU) divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não inclui o nome de nenhum pré-candidato iguaçuense.

Vítima de violência - O Senado aprovou nesta terça-feira (14), por unanimidade, e em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição que inclui a mulher vítima de violência entre os beneficiários da política de assistência social estabelecida pela Constituição. A PEC deve ser votada em segundo turno já nesta quarta-feira (15).

Independente de contribuição - A proposta, que tem objetivo de fortalecer as medidas de proteção às mulheres vítimas de violência, estabelece que a assistência social será prestada “a quem dela necessitar, independentemente de contribuição à seguridade social".

Questionamento no STF - O pedido da Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino (Confenen) de revisão do Estatuto de Deficiente foi negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A ação de inconstitucionalidade questionava alguns pontos da lei que obriga a matrícula de estudantes com deficiência mesmo que a escola não tenha estrutura adequada para isso.

Sem período de adaptação - De acordo com a Confederação, é dever do Estado garantir educação de qualidade aos alunos com deficiência. A entidade defende que  a obrigatoriedade não vai promover inclusão no ensino, pois a lei não estabelece um período para que as escolas e professores possam se adequar.

Reajuste na mensalidade - O Estatuto do Deficiente, que  entrou em vigor em janeiro, proíbe a cobrança adicional pelos cuidados específicos que possam ser necessários. Porém, com a recusa do pedido pelo STF, Samuel Lara, presidente da Câmara de Educação Básica da Confenen, explica que a mensalidade das escolas deve aumentar.