23°
Máx
12°
Min

Foztrans garante que sistema de mobilidade não será utilizado para multar condutores

Transporte coletivo - As câmeras de vídeo detecção, instaladas na Avenida Costa e Silva, diferente do que se debateu nas redes sociais, não compõem um sistema destinado a multar condutores. Na realidade é um sistema de mobilidade que será utilizado para monitorar e facilitar o ajuste de tempo dos semáforos, reduzindo o tempo de viagem dos ônibus do transporte coletivo.

Fibra ótica - Serão instaladas 128 câmeras controladas por uma central de monitoramento no Foztrans. As câmeras utilizam a tecnologia da fibra ótica proporcionando maior confiabilidade e alta definição de imagens em movimento. A fibra permite, ainda, facilidade e rapidez na recuperação de imagens, assim como o acesso as informações em tempo real e à distância.

Mistério revelado - Circulou pelas redes sociais a informação de que as câmeras seriam monitoradas pela Guarda Municipal e utilizadas para multar. Motoristas flagrados sem cinto de segurança, em velocidade superior a permitida, dirigindo com crianças no banco da frente ou utilizando celular, entre outras infrações de trânsito, teriam as multas emitidas pelo próprio sistema.  Muita gente passou a respeitar as câmeras misteriosas.

Percepção equivocada – Porém, como a percepção da maioria dos motoristas é a da punição pecuniária e não de perigo em relação às infrações cometidas, quem estava respeitando os equipamentos, infelizmente deixará de fazê-lo.   

Castração em domicilio - Um requerimento apresentado à Câmara Municipal de Foz do Iguaçu pede a implantação de um castramóvel para cães e gatos no Município.

Sucatas abandonadas - Os vereadores votam nesta terça-feira (13) o veto integral ao projeto que dispõe sobre a remoção, guarda e liberação de veículos e equipamentos em estado de abandono nas vias públicas.

Exames rotineiros - Dois meses após os fechamento do Laboratório Municipal será retomada, nesta terça-feira (13), a coleta de material para exames de rotina nas Unidades Básicas de Saúde. O serviço estava suspenso desde 12 de julho. Será realizado pelo Laboratório Municipal.  O exame mais procurado é o hemograma, com cerca de 12 mil diagnósticos por mês.

Acidentes fatais -  O SIATE divulgou o balanço do registro de atendimentos de janeiro a agosto. Os acidentes somaram 2.169 ocorrências. Comparado com o mesmo período no ano passado, o número de ocorrências foi menor. Porém cresceu o número de mortes que saltou de 23, em 2015, para 32 em 2016.

Menos eleitores - Em Santa Terezinha dois mil eleitores deixaram de fazer o cadastramento biométrico e tiveram o título cancelado. Não poderão votar em 2016.

Feira do Livro - O Núcleo de Livraria e Sebo da ACIFI cogita realizar a Feira Internacional do Livro. A Prefeitura cancelou a 12ª Edição do evento alegando a falta de recursos.

Reposição autorizada - Os professores que fizeram um dia de mobilização no dia 30 de agosto receberam a autorização para a reposição das aulas. O Comitê de Política Salarial havia sinalizado pelo registro da falta.

Folha complementar - O Governo do Estado vai depositar na sexta-feira (16), em folha complementar, os salários dos temporários que substituíram profissionais da educação em licença médica desde o final de julho.

Pauta financeira – Segundo informou o governo, como a principal reivindicação dos profissionais da educação é o pagamento das progressões e promoções, o secretário de Estado da Fazenda, Mauro Ricardo, terá lugar reservado e garantido nos próximos encontros entre o governo e o Sindicato.

Maior controle - As penitenciárias paranaenses estão recebendo do Departamento Penitenciário Nacional mais de 60 equipamentos utilizados nas revistas pessoais durante os Jogos Olímpicos 2016. Estão sendo distribuídos 30 portais detectores de metais, 18 raquetes manuais e 13 aparelhos de raio-X.

Filosofia no cárcere - O ensino de filosofia foi incluído na rotina de estudos de presos na Penitenciária de Foz do Iguaçu II. A carga horária é de 20 horas e o curso pode ser usado para a remição da pena.

Colarinho branco – Um dos pontos polêmicos do projeto que altera a legislação de combate à corrupção cria uma espécie de gatilho para as penas. Quanto maior o dano causado, maior será o tempo na prisão. A possibilidade, também, não é consenso entre os debatedores que discutem o projeto.

Última hora - Termina nesta terça-feira (13), às 23h59, o prazo para a remessa à Justiça Eleitoral dos relatórios de prestação de contas dos candidatos abrangendo o período de 16 de agosto até o dia 8 de setembro. Porém, até as 10h de segunda-feira (12), apenas 20% dos candidatos haviam enviado a prestação de contas parcial de campanha à Justiça Eleitoral.

Controle Social - Os doadores e fornecedores podem informar, de forma voluntária, as doações e os bens prestados durante a campanha eleitoral. Para registrar a informação é preciso fazer um cadastro no site www.tse.jus.br, com dados pessoais, a quantia doada ou o bem e serviço prestado a determinado candidato.