27°
Máx
13°
Min

Prefeitura publica termo de anulação da PPP na saúde

Ação preventiva - O Prefeito Reni Pereira (PSB) mandou publicar ontem o termo de anulação do processo licitatório de seleção da Parceira Público Privada na saúde em Foz do Iguaçu. Isso não representa que ele desistiu da proposta. Segundo o prefeito a anulação é preventiva para corrigir uma questão técnica. Um novo edital deverá ser publicado nos próximos dias.

Tempo razoável - O presidente da Câmara Municipal, vereador Fernando Duso (PT), decidiu falar grosso contra os cartórios, as concessionárias de serviço público e as empresas de transporte aéreo. Para ele, assim como nas agências bancárias, o tempo de espera para o atendimento do usuário não pode ser superior a meia hora.  

Não consta do texto – A Lei municipal de 2005, que determina às instituições bancárias, financeiras e de crédito, bem como os supermercados e agências de correios, para que coloquem pessoal suficiente e necessário, para que o atendimento seja efetivado em tempo razoável, não incluiu cartórios, concessionárias de serviços públicos e companhias aéreas.

Novinha em folha - Em razão da omissão o presidente da Câmara decidiu fazer uma nova Lei. A proposta é até boa. Entretanto, é evidente que ela, se aprovada, terá o mesmo destino da antiga. Enredada pela resignação popular, muito em breve, será ignorada por quem deve cumpri-la e esquecida pelos beneficiários. Para a maioria da população é exatamente isso que acontece com a atual. Dá trabalho buscar auxílio no Procon.        

Apaziguar o plenário - A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu agora tem Comissão de Ética e Decoro Parlamentar. Dos sete parlamentares indicados pelos partidos, cinco compõem a Comissão. O vereador Luiz Queiroga (DEM) é o presidente. Caso as sessões continuem com a mesma intensidade verbal entre os parlamentares, a comissão terá muito o quê fazer.

É um breu só - Na região norte de Foz do Iguaçu os moradores da Vila C reclamam da falta de iluminação em algumas ruas. A escuridão não é de agora. O secretário de Obras, Carlos Juliano Budel disse que a Prefeitura está concluindo a contratação de uma empresa para fazer a manutenção. Alega que, pela falta de material, estão sendo realizados apenas trabalhos emergenciais. Com situações assim fica difícil defender a possibilidade de destinação de parte do dinheiro da cobrança da Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública para outros setores.

Eleições na ACIFI -  A Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu realiza eleição da diretoria, do conselho fiscal e do conselho superior deliberativo nesta terça-feira (15). A chapa única, “Expandindo o associativismo de resultados”, tem como candidato a presidente o arquiteto Leandro Costa. A votação será das 10h às 18h, inclusive no horário do almoço. Poderão exercer o direito de voto os associados que estiverem regularmente filiados à ACIFI há mais de seis meses, quites com a tesouraria e em pleno gozo de seus direitos estatutários.

Protesto de professores - A paralisação promovida pela APP-Sindicato/Foz em defesa do Piso Nacional e pela Campanha Salarial 2016 terá atos públicos nos municípios de Foz do Iguaçu e Itaipulândia. Segundo a APP/Sindicato a programação prevê debates e reflexões nas escolas, nesta terça-feira (15); aula de meia hora, na quarta-feira (16); e suspensão das aulas e manifestações, na quinta-feira (17).

Reforço na Capital - Para fortalecer o protesto em Curitiba a APP-Sindicato/Foz fretou ônibus para o transporte dos educadores, que sairá de Foz do Iguaçu na quarta-feira (16), às 22:30h, em frente ao Núcleo Sindical.

Protesto na Câmara - Sindicato dos Servidores Municipais de Foz do Iguaçu e o Conselho Municipal de Saúde promovem protesto contra a PPP na saúde. Será nesta terça-feira (15), às 16h, na Câmara Municipal.