22°
Máx
14°
Min

O “Hype” é o combustível ideal para a sua marca. Cuidado com as dosagens

Olá amigos digitais,

Hoje vamos falar de um dos principais fenômenos da cultura digital contemporânea  ̶(̶n̶o̶s̶s̶a̶ ̶q̶u̶e̶ ̶b̶o̶n̶i̶t̶o̶ ̶i̶s̶s̶o̶)̶.̶

O “Hype” sendo extremamente sucinto,  no contexto digital é tudo aquilo que está sendo repercutido amplamente, sendo comentado/analisado por tudo e por todos.

Aproveitar o hype, é uma prática comum desde os tempos de “blogosfera” (a chamada era dos blogs) e com a popularização das redes sociais nos últimos anos é quase impossível ficarmos um dia nessa louca vida sem ser impactado por um “hype maroto” em nossa timeline linda de meu Deus.

Além dos engraçadões digitais (amo/sou), volta e meia uma marca também se arrisca em aproveitar um hype.

Na última quarta-feira 14/09, presenciamos algo muito interessante nessa história de hypes.

O famoso milk-shake do Bob´s feito por uma marca tradicional de achocolatado, pulou a cerca para o concorrente Mcdonalds e causou um alvoroço na “interwebs Brasuca”.

Já era de se esperar que a internet hue BR por meio dos engraçadões de plantão fossem trabalhar fortemente no hype em questão gerando assim uma enxurrada de memes sobre o assunto.

O que causou surpresa mesmo para alguns, foi o fato das marcas participarem ativamente das “trollagens do hype” gerando um festival de memes sem limites entre a ex do milk-shake, a atual e a sociedade (outras marcas). Confira abaixo:

 

Ontem as marcas acertaram em cheio esse aproveitamento do hype. Todas elas inclusive. E olha que o risco é sempre eminente nesses casos e vamos lembrar por exemplo daquela instituição financeira que chamou o seu cliente de “migo” no twitter (tentando aproveitar um hype) e tomou uma invertida histórica. E os exemplos mal sucedidos são inúmeros.

Por isso, a dica para as marcas é analisar com muita cautela antes de mergulhar de cabeça em um hype. Conferir por exemplo a aderência que aquele assunto tem com o seu produto (caso da Philips e Giraffas nesse hype) e se você está certo de que o seu target vai reagir bem ao ver a sua marca participando do hype diretamente.

Longe de mim, querer fazer fofoca com o hype alheio, mas acabei de receber um “tutorial” bem interessante sobre o hype do Lula (esse aí nem precisa explicar aqui), um site que você mesmo pode montar o seu “ppt” nos moldes dos agentes da PF (internet eu te amo):

http://lulapptgenerator.top/ Basta acessar esse link e fazer o seu próprio meme, contribuindo assim para disseminação do Hype de Luiz Inácio. Tá cheio de réplicas desse meme na sua rede social favorita, inclusive sobre outros políticos fanfarrões. Divirtam-se.

Um grande amigo certa vez me disse que “esse mundo não foi feito para amadores” e é muito importante aprendermos que não existe inocência, principalmente no mundo corporativo.

Cuide bem do seu milk-shake, pois o vizinho está ali esperando o seu leite azedar ou o seu achocolatado acabar.