23°
Máx
12°
Min

Chegou o dia tão esperado

(Foto: Diego Machado) - Chegou o dia tão esperado
(Foto: Diego Machado)

Logo mais, a partir das 19h30, o Operário entrará em campo para tentar um grande feito: conquistar a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. Não será uma tarefa fácil para o Fantasma de Vila Oficinas, porém a vantagem com a vitória por 1 a 0 na primeira partida faz com que o Paysandu também encare o confronto como difícil.

Foram dias de preparação dentro e fora de campo. O técnico Gerson Gusmão se empenhou ao máximo nos treinos e nas conversas que obviamente teve com seus comandados; agora é esperar e torcer, torcer muito.

Para tentar uma melhor sorte durante o jogo, o Operário vai precisar de muita tranquilidade e atenção com a correria que o time da casa deverá apresentar no início. Passados os 15 minutos iniciais sem tomar o gol, o time ponta-grossense certamente irá colocar em prática o que planejou seu treinador. A partir disso, a responsabilidade dos donos da casa aumenta e a preocupação muda de lado.

O miolo da zaga, com Douglas Mendes e Marcelo Carvalho, terá um papel fundamental nos momentos em que o Paysandu sentir esta mudança. Especialmente Marcelo Carvalho terá que mostrar que está pronto pra ocupar a posição deixada pelo uruguaio Sosa, que cumpre suspensão: está será sua grande oportunidade.

Para grande parte do elenco alvinegro, trazer para Ponta Grossa a classificação significa um pedido de desculpas ao sofrido torcedor pela queda do time para a segunda divisão do Paranaense. Já para os torcedores, a possibilidade de um resultado positivo existe, então o jeito é torcer primeiro para que a arbitragem seja imparcial, que os homens de frente do Operário estejam inspirados e que os deuses do futebol conduzam o nosso glorioso Fantasma no caminho certo e que esse caminho seja o da esperada classificação.