22°
Máx
17°
Min

Do céu ao inferno em quatro minutos

Pela primeira vez no Campeonato Paranaense, o ‘prata da casa’ Lucas Batata começou jogando uma partida pelo Operário. Foi dele a jogada que originou o primeiro gol alvinegro diante do PSTC em Cornélio Procópio, neste domingo. No primeiro tempo a partida foi movimentada, com boas possibilidades dos dois lados. O meia Thiago Silva fez um belo gol abrindo o placar para o Fantasma.

Apesar da boa atuação do time princesino, o técnico Claudemir Sturion resolveu inventar no intervalo da partida. Zé Paulo, que vinha bem em sua estreia, foi substituído inexplicavelmente por Paulinho, que nada produziu de positivo nos 45 minutos finais.

Mesmo com a sonolência da equipe e o volume frenético imposto pelo time da casa, o Fantasma chegaria ao segundo gol com Marcelo Carvalho, que havia entrado em campo minutos antes. Com o placar de 2 a 0, o Operário relaxou e permitiu que o PSTC tomasse conta de setores vitais dentro de campo.

As contusões que tiraram de campo o volante Chicão e o atacante Lucas Batata favoreceram enormemente o time da casa, que precisou de pouco mais de quatro minutos para alcançar o empate.

O sonho de uma provável recuperação na competição num curto espaço de tempo se transformou em um pesadelo que tem nome: rebaixamento.