22°
Máx
16°
Min

Keima Futsal, a bola da vez

(Foto: Cândido Neto) - Keima Futsal, a bola da vez
(Foto: Cândido Neto)

Amigos, nesta terça feira quero dedicar este espaço ao time de futsal de Ponta Grossa. O sonho dos amantes do futsal da cidade continua sendo a conquista do título estadual, a Chave Ouro. A busca começou ainda nos anos 80, com aquele inesquecível timaço do Dante Alighieri, depois com o Guarani e Santa Paula e atualmente com o Keima Futsal.

A cidade ainda não experimentou o gostinho de uma conquista neste esporte, que ganha cada vez mais adeptos em todo o Brasil. O crescimento da modalidade se deve principalmente à organização dos clubes e também com a entrada forte da TV nas transmissões e na divulgação dos campeonatos. Aqui no Paraná, a Federação procurou se modernizar e cobrou de seus filiados uma postura parecida com aquela apresentada pelos times da Liga Nacional. O resultado foi bom para todos.

(Foto: Cândido Neto)(Foto: Cândido Neto)

O elenco do Keima Futsal vem conseguindo resultados importantes na atual temporada que o credenciam a brigar pelo tão sonhado título. A última vitória diante do Foz Cataratas, fora de casa, deixou a equipe em um confortável segundo lugar na tabela de classificação.

O técnico Baiano continua apostando na caminhada vitoriosa de seus comandados, mas lamenta a saída do ala Claudinho para o futsal do Azerbaijão. Claro que no embalo das vitórias e visualizando a fase mais aguda da competição, a diretoria não apenas deverá repor outra peça em substituição a Claudinho, mas também reforçar a equipe para tentar de fato chegar ao título de campeão estadual.

Apesar da boa campanha da equipe e do empenho da diretoria do Keima Futsal, a participação da torcida nos jogos realizados no Ginásio Oscar Pereira tem sido fraca, não apenas em quantidade, mas também no apoio aos jogadores dentro de quadra. Isso precisa mudar e rapidamente.

A torcida do Caramuru de Castro por exemplo, faz mais barulho com menos gente nos jogos de sua equipe, e aí a inevitável comparação de investimento entre as duas agremiações e potencial de torcedores também. Então, está faltando entusiasmo por parte dos ponta-grossenses, mas ainda dá tempo de reparar a falha.