23°
Máx
12°
Min

Tem sim o que comemorar!

Ontem o Operário Ferroviário completou 104 anos de existência. A linda história do clube teve início em 1912 pelas mãos calejadas dos trabalhadores da ferrovia. O time ‘graxeiro’, como era carinhosamente chamado nas décadas de 50 e 60, cresceu e ganhou o apelido de Fantasma por assustar os grandes da capital. No ano passado, a conquista do primeiro título estadual encheu de orgulho seus torcedores e toda a comunidade ponta-grossense.

Infelizmente, o time não foi o mesmo dentro de campo na atual temporada e acabou sendo rebaixado à segunda divisão do futebol paranaense, fato que deixou profundamente triste a massa alvinegra e toda a cidade de Ponta Grossa. Apesar do fracasso no certame estadual de 2016, o Operário tem sim muito a comemorar neste aniversário de 104 anos, a começar pela reestruturação no departamento de futebol com a vinda do técnico Gersinho Gusmão. A boa participação até aqui na Copa do Brasil também serve como alento para o torcedor e, por fim, a permanência do empresário Alvaro Goes no comando do grupo gestor do clube.

O caminho a ser percorrido pelo Operário até voltar à divisão de elite do futebol paranaense será espinhoso, e por isso é preciso que a torcida abrace o projeto da Copa FPF Sub 23 e também o Campeonato Paranaense da Divisão de Acesso.

Aos inconformados e que preferem apenas criticar sem apontar ideias que possam contribuir para uma trajetória menos dolorosa, o melhor a fazer é que se afastem do Estádio Germano Krüger neste período de ‘vacas magras’. Feliz aniversário Operário Ferroviário, muitos anos de vida e muitas conquistas.