23°
Máx
12°
Min

Uma vitória convincente

A vitória conquistada na noite de ontem diante do Criciúma foi, acima de tudo, merecida por parte do Operário Ferroviário. Em sua primeira partida pela Copa do Brasil, o Fantasma reacendeu a chama da esperança de seus torcedores. O jogo lembrou muito aquele time vitorioso de 2015.

Mesmo com uma arbitragem confusa, a equipe comandada por Gerson Gusmão foi eficiente e beliscou um resultado importante no jogo de ida. Lucas e Danilo Baia, bastante cobrados pelo torcedor após a queda para a divisão de acesso, tiveram participação decisiva na vitória Alvinegra.

Outro fator altamente positivo foi a maneira como o treinador Gerson Gusmão posicionou a equipe neste compromisso. O Operário teve o comando da partida o tempo todo com jogadas lúcidas e com padrão definido. Com gols de Lucas Batata no primeiro tempo e Juba na etapa complementar, o time da casa se deu a o luxo de pecar pelo preciosismo em alguns lances deixando de marcar o terceiro gol.

Apesar de estar melhor condicionado fisicamente, o Operário tirou o pé do acelerador a partir da metade do segundo tempo. O Criciúma tirou proveito e avançou. Após boa jogada pelo lado esquerdo, Marlon levantou e Gustavo fez o gol dos catarinenses. A partida de volta em Criciúma está marcada para o próximo dia 28.

A vinda do técnico Gerson Gusmão foi positiva sob todos os aspectos, a começar pela união dos jogadores, que não mediram esforços para alcançar a merecida vitória. A equipe que não tinha padrão de jogo e sequer uma jogada ensaiada agora tem outra cara. Se avançar à próxima fase da Copa do Brasil, o time de Vila Oficinas não só vai alegrar seu torcedor, bem como vai botar a mão em uma grana interessante a cada fase. Então se for praga, que pegue.