22°
Máx
17°
Min

Sem nota

Ceará e Londrina proporcionaram um espetáculo de péssima qualidade. Um gramado de Copa do Mundo e um futebolzinho de quarta divisão. Esperava muito mais do Ceará. E acreditava que o Londrina poderia trazer pelo menos um empate. Mas os
 erros se repetiram: pouquíssimos chutes a gol, erros nas poucas finalizações (Igor perdeu um gol debaixo da trave), sequência de passes errados, um time medroso.

Mais uma vez deu dó do Keirrison, isolado no meio dos zagueiros. Aliás, em sete jogos, apenas cinco gols. Só ganha de Bragantino, Joinville e Sampaio Corrêa, que marcaram quatro. O maior problema é que o técnico Claudio Tencati ainda tenta encontrar o time ideal. Daquele que ganhou o Título do Interior, restaram poucos como titulares: Marcelo, Silvio, Germano, Rafael Gava e Matheus (Luizão volta como titular). O bom é que o time continua ali, no meio da tabela, a quatro pontos da ZR e a quatro pontos do G-4. É preciso cuidado para não descer. Os próximos jogos: Vila Nova, sábado, no Café. Depois, dois fora, Oeste em Barueri e Bahia, em Salvador. Voltando, recebe o Vasco da Gama, dia 21. Repito: o objetivo é se manter na Série B.