22°
Máx
14°
Min

De volta à realidade

Era como uma final de campeonato, uma partida das mais importantes do ano para colorados e coxas-brancas. Assim era mesmo a vigésima nona rodada. O time Coxa vencendo, ficaria fácil pensar em G-6, entrando na briga pelas melhores posições, entraria numa fase diferente do que em toda temporada o time se acostumou, que era escapar da zona de rebaixamento. O time ficaria seis pontos atrás do rival Atlético e faltando um jogo para o clássico, que não será na Arena e sim na Vila Capanema. Um empate não seria um resultado ruim, levando em conta os resultados dos times abaixo da tabela e também a força do adversário, que fez uma campanha gigantesca para esta partida e é um time grande que atravessa uma má fase. Vamos lembrar que o Internacional nunca jogou a segunda divisão e uma vitória seria a reabilitação.

Pois bem: Com a derrota do Coritiba, o time está onde sempre esteve, olhando de perto a zona de rebaixamento. E a história do jogo mostrou que o time teve a grande chance de fazer 3 pontos fora de casa, mas o Juan perdeu um pênalti. Um jogo equilibrado, brigado, de bolas na trave, domínio alternado, muito nervosismo, em que o visitante estava conseguindo terminar com êxito uma tarefa difícil. Segurou a força gaúcha e guerreira de um time desesperado por uma bola, por uma vitória, que veio num pênalti aos 41 minutos do segundo tempo. Agora, o clube alvi-verde tem 4 vitórias, 3 empates e 3 derrotas no segundo turno. Atravessa uma campanha melhor do que foi a primeira fase, mas muito longe de pretensões maiores do que terminar o campeonato na posição entre o décimo sexto e o décimo posto.

O gás que o time ganhou na boa fase internacional da Sulamericana vai se estabilizando, escancarando os graves erros no início do ano, corrigidos aos trancos e barrancos. De volta à realidade, o clube ainda tem 27 pontos em disputa, 5 jogos fora, 4 em casa, sendo um clássico e até o fim do Campeonato Brasileiro o Coritiba deve permanecer na primeira divisão, mas sem a grandeza que a sua torcida gostaria de ver num time que um dia já foi Campeão Brasileiro e duas vezes finalista da Copa do Brasil.