21°
Máx
17°
Min

Pablo é o cara

Foto: William Bittar / Massa News - Pablo é o cara
Foto: William Bittar / Massa News

Pablo era um menino quando saiu do Atlético (clube que o revelou), foi para o Figueirense emprestado e depois para a Europa. No Real Madrid Castilla pegou cancha, aprendeu, não conseguiu uma vaga no Real Madrid, foi para o Figueirense, Cerezo Osaka do Japão, voltou ao Atlético e mostra que na bagagem trouxe alguns itens básicos para se tornar artilheiro do seu time. Agora com anos, com paciência, experiência, posicionamento e liderança. Fala como técnico, é inteligente dentro e fora de campo e vai tomando conta da reação da torcida atleticana. O clássico premiou este jogador, que trabalha, se esforça e colhe frutos. Meu destaque deste fim de semana dentro da rodada do Brasileirão. Pablo é “o cara” no campo, enquanto Paulo Autuori é “Senhor” da beira do gramado!

Se vocês voltarem ao passado recente no blog do Massa News, poderão perceber a minha opinião a respeito do Coritiba. O time que sofre da Síndrome de SPA, recuperando jogadores que foram contratados com a necessidade de resolver posições, estão no Departamento Médico, ou jogando muito mal. No DM, casos dos gringos. No campo de jogo, é camisa 10, Kazim. Pode mandar embora o Kleina, Pachequinho, Carpegiane, pode inventar, colocar o Carlinhos de meia, que o time vai render exatamente o que vem rendendo desde os dois clássicos da decisão do Campeonato Paranaense e com alguns espasmos positivos do início do segundo turno e da Copa Sulamericana. E pronto, acabou, termina logo o ano e projeta um 2017 melhor.

O mesmo pode se dizer para a diretoria do Paraná Clube e também voltando à postagens anteriores. Comentei há tempos sobre a saída de Claudinei Oliveira. Mas, as escolhas convictas da diretoria do tricolor da Vila resultaram em um fim de ano dramático que agora a torcida volta a assistir. Mais do mesmo... e fim de ano lutando para ficar ao menos disputando a Série B.