21°
Máx
17°
Min

Paraná busca resultados de "confiança"

Foto: Frankie Marcone/Divulgação/ABC - Paraná busca resultados de "confiança"
Foto: Frankie Marcone/Divulgação/ABC

Roberto Fernandes mudou de clube nada mais nada menos que 33 vezes, desde 1997. Aos 47 anos, comandou os times em um título Paraense pelo Remo, um título Potiguar e de Copa RN pelo América de Natal, um título Brasiliense pelo clube mais conhecido daquela região, um título paulista B-2 num clube chamado Primavera, foi o técnico revelação do Campeonato Brasileiro serie B de 2004 e semi finalista da Copa do Brasil 2007. Trabalhou no Atlético Paranaense de maio a agosto de 2008 e a torcida não tem boas recordações deste período. Em 15 jogos, ele venceu apenas três, empatou quatro e perdeu oito.

Este ano, chegou ao Confiança, clube que estava na R da Série C, teve 10 rodadas para salvar o time do rebaixamento e conseguiu. As portas do Confiança estão abertas para ele em 2017. Neste meio tempo e porque o Confiança não tem mais compromisso este ano, Fernandes estava de férias. Foi chamado para o tricolor paranaense justamente para repetir o que fez em Sergipe: Livrar o Paraná de um vexame, que se aproximava. Comparado à situação do Confiança, o Paraná Clube não está na ZR, mas do modo como estava atuando, chegar a um rebaixamento não seria nada difícil e é tarefa deste novo treinador fazer pelo menos o clube permanecer na segundona, voltar a prancheta de desenho e tentar planejar seus passos para 2017. Outra grande volta é de Ageu Gonsalves, ex-jogador do clube que vem junto com Fernandes como auxiliar técnico.

O Paraná é o décimo quinto colocado, seis pontos fora da ZR. E adivinhem quantas rodadas Roberto Fernandes tem para livrar o Paraná Clube da Terceira Divisão? 10... isso mesmo. O Confiança escapou e o clube ficou a 2 pontos do rebaixamento, escapando numa campanha final no melhor estilo Ufa! Roberto Fernandes vem com essa “confiança” de ao menos evitar um desastre tricolor.