28°
Máx
17°
Min

Bairro Pilarzinho sofre onda de assaltos durante a noite

Uma onda de assaltos assustou moradores e comerciantes do bairro Pilarzinho, em Curitiba, na noite desta segunda-feira (3). O primeiro roubo aconteceu em uma restaurante fast-food localizado na Rua São Salvador. Dois bandidos, sendo um deles armado, entrou no estabelecimento e deu voz de assalto. 

Imagem: DivulgaçãoImagem: Divulgação 

Enquanto isso, o outro suspeito que estava de muleta ficou na porta cuidando do movimento. Eles levaram pouco dinheiro e fugiram logo em seguida.

Minutos depois, cinco bandidos armados roubaram uma pessoa que passava a pé pela Rua Raposo Tavares próximo da esquina com Rua Fredolin Wolf. Não demorou muito para o mesmo grupo fazer mais uma vítima. Desta vez, um rapaz que havia saído para trabalhar e esperava o ônibus foi vítima na Rua 25 de Abril esquina com Rua Raposo Tavares. Além do celular, os marginais levaram a mochila da vítima com material de trabalho. O grupo fugiu antes da chegada da polícia.

Quatro horas após o roubo ao restaurante fast-food, três bandidos - sendo um deles armado - renderam um taxista que lanchava no Centro Cívico. O marginal que estava armado foi bastante agressivo e desferiu várias coronhadas na cabeça do motorista. Ele conseguiu passar para o banco do passageiro, abriu a porta e correu. O trio levou o táxi e fugiu sentido Pilarzinho. 

Não satisfeitos, os assaltantes pararam para roubar um posto de combustível localizado em frente ao restaurante fast-food que havia sido alvo quatro horas antes. Eles roubaram a loja de conveniência, levando dinheiro e bebida do local. 

Foto: João Frigério/Plantão 190Foto: João Frigério/Plantão 190 

A polícia pegou a descrição dos assaltantes no posto e fechou o cerco na região. Na Rua José Ribeiro de Cristo, no Bracatinga, dois suspeitos que batiam com a descrição do assalto do posto foram vistos caminhando a pé. Eles foram abordados e com eles foram encontrados dinheiro e a bebida levada do posto. O taxista reconheceu um dos suspeitos como o autor do assalto. Ele ainda revelou que um terceiro suspeito teria abandonado o táxi no estacionamento do Parque Tanguá.

A Polícia Militar foi até o local e encontrou o carro. Para alegria do taxista, os 400 reais que ele havia deixado na porta estavam lá. O suspeito que estava dirigindo o táxi fugiu e não foi localizado. Os outros dois detidos foram encaminhados para a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos.

Foto: João Frigério/Plantão 190Foto: João Frigério/Plantão 190