23°
Máx
12°
Min

A estratégia surrealista de Lula: devolver Dilma ao poder para que ela renuncie!

Lula e o PT estão jogando pesado junto aos senadores para demovê-los da ideia de votar pelo afastamento definitivo de Dilma em troca da antecipação das eleições.

Alguns senadores demonstram estar gostando da ideia...

Dilma precisa de 27 votos para voltar – na votação de 12 de maio, obteve 22. Vinte e cinco senadores, contando o anfitrião, estiveram quarta-feira à noite na casa de Roberto Requião, em Brasília, para ouvir essa cantilena.

Lula estava na cidade, mas preferiu ficar à distância desses senadores (estava bem aconchegado no Palácio da Alvorada, que, apesar das restrições impostas por Temer, ainda tem a adega bem abastecida...)

É ele o formulador e incentivador dessa proposta maluca, baseada na lógica mais elementar: se Dilma havia perdido a governabilidade, o que levou Lula tomar as rédeas do governo por meio de ministros de sua confiança, o que será dela se voltar? Ela estará mais desgastada do que nunca, a luz no fim do túnel da recuperação econômica voltará a se apagar, a desesperança da opinião pública se agravará. Ela não terá, portanto, condições de concluir seu mandato.

Lula admite, assim, que sua criatura está morta, só faltando ser sepultada. Mesmo assim, ele quer convencer os senadores a reintroduzirem esse cadáver no Palácio do Planalto para... sepultá-lo publicamente com a antecipação das eleições.

É isso - e mais nada - o que Lula, Dilma e o PT têm a oferecer.

Nunca antes na história deste país a ficção deveu tanto à realidade!

Acompanhe www.josepedriali.com.br