24°
Máx
17°
Min

A morte trágica e gloriosa de um pai

Caroline Grassmann, 22 anos, e Luiz Carlos da Silva, 26, morreram carbonizados em consequência da explosão de um caminhão-tanque, que capotou na Serra do Mar nas proximidades de Morretes, domingo à noite. O acidente envolveu 12 veículos, incinerados.

Eles não tiveram a menor chance – assim como as outras três vítimas fatais: pai, filho e namorada do filho. Outras pessoas se queimaram, mas estão se recuperando.

O bebê de Caroline e Luiz Carlos, de pouco mais de duas semanas – uma menina -, foi salvo pelo pai, que, em seus estertores e com o corpo em chamas, o entregou a um dentista, que jogara o carro fora da pista para se safar da tragédia.

Salvar a filha foi o último ato de Luiz Carlos, que viveu anonimamente e morreu trágica, mas gloriosamente.

Seu último gesto o redime de todos os erros que eventualmente tenha cometido.

(Retifico: este não foi seu último gesto. Depois de entregar a filha, correu para salvar a mulher. Era tarde demais. Para ambos. Luiz Carlos morreu gloriosamente duas vezes!)

Acompanhe www.josepedriali.com.br