Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Conselho de Medicina denuncia vereador de Londrina que se comporta como louco

O Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM) denunciou ao Conselho de Ética da Câmara de Londrina o vereador em primeiro mandato Emerson Petriv, conhecido por Boca Aberta, pelo tumulto que causou na semana passada numa Unidade Básica de Saúde e agressões verbais aos médicos e funcionários. Ele voltou ontem à noite à mesma unidade e aprontou a mesma confusão. E deu com os burros n'água: a escala de plantão estava sendo cumprida rigorosamente. Foi enxotado pelos pacientes!

A decisão consta de anúncio publicado na edição de hoje da Folha de Londrina, no qual o CRM classifica a ação de Boca Aberta como “uma sucessão de atitudes desrespeitosas e ofensivas” e que, ao classificar a UPA como “depósito de rejeitados”, o vereador “também ofende a comunidade londrinense, seus servidores e representantes”.

O CRM diz que “pelas circunstâncias e repercussão do caso (...) cumpre desagravar os médicos que foram aviltados em seu local de trabalho”. E informa que poderá adotar “responsabilizações de alcance cível e criminal”.

Boca Aberta tem esse apelido por causa de sua maneira espalhafatosa e agressiva de ser, típica de um desequilibrado mental – coisa que ele não é. Desequilibrado é quem o fez o vereador mais votado na história de Londrina.

Acompanhe www.josepedriali.com.br