22°
Máx
16°
Min

Fez-se a ordem. Quanto ao progresso...

A Polícia Militar impediu que manifestantes do MTST – uma das “organizações sociais” alinhadas ao PT - invadissem ontem o escritório da Presidência da República em São Paulo para protestar contra a suspensão da nova fase do Minha Casa, Minha Vida Entidades pelo governo de Michel Temer.

A nova fase foi lançada por Dilma pouco antes de deixar o cargo e sem que houvesse previsão orçamentária para sua execução. O programa previa a construção, administrada pelo MTST, de 25 mil casas.

O lançamento foi mais uma bomba de efeito retardado lançada por Dilma para constranger seu sucessor, pois a falta de previsão orçamentária comprometia a execução do projeto. Temer nada mais fez impor ordem na casa.

O Minha Casa, Minha Vida Entidades já destinou R$ 1 bilhão para o MST e o MTST construírem casas para seus afiliados – sim, tem de pertencer a esses movimentos para se ganhar a casa dos sonhos. Das 60 mil moradias previstas, somente seis mil foram entregues...

Têm razão, portanto, o MTST em protestar... o que ele não faria, caso a mesma atitude fosse tomada pelo governo petista, por razões mais que compreensíveis. E se o fizesse, seria autorizado pelo governo petista a invadir e manter a invasão o tempo que bem entedesse.

A ação rápida da PM mostra que – finalmente! – a ordem volta a ser respeitada depois de 13 anos, quatro meses e 12 dias de bagunça geral e irrestrita promovida ou incentivada pelo PT.

Fez-se a ordem. Quanto ao progresso – outro lema do governo Temer e desafio ciclópico diante da herança maldita do PT – ainda temos que esperar...

Acompanhe José Pedriali