28°
Máx
17°
Min

Londrina: Ibope aponta vitória de Belinati no primeiro turno

Pesquisa Ibope divulgada ontem à noite pela RPC aponta que o deputado federal Marcelo Belinati (PP) será eleito prefeito de Londrina hoje, com 58% dos votos válidos. Ele tem, na consulta estimulada, 49%. Seu principal adversário, o tucano Valter Orsi, manteve a trajetória de crescimento, mas os 23% que obteve, somados aos dos demais concorrentes, são insuficientes para empurrar a disputa para o segundo turno.

Sandra Graça (PRB), que ocupa a terceira colocação, caiu de oito para 4%. André Trindade (PPS) consolidou-se na quarta colocação, com 4%, o petista Odarlone Orente manteve os 3% e os outros três candidatos somaram 2%.

A pesquisa tem margem de erro de três pontos para mais ou para menos, foi realizada sexta-feira e sábado, e está – naturalmente – registrada no TRE.

Apesar da margem – que, mesmo a considerando, não permite antever o segundo turno –, o Ibope não está seguro de sua sondagem. Tanto que projetou um eventual segundo turno entre Belinati e Orsi, apurando que, nessa hipótese, o primeiro faria o dobro de votos que o segundo: 44 x 27.

Não há outra pesquisa para efeito de comparação – a Multicultural foi impugnada pela segunda vez consecutiva e a Alvorada, que estrearia na reta final, também foi vedada.

Os votos válidos – que excluem nulos e brancos (12%) e os indecisos (3%) – dão 58% para Belinati, 27% para Orsi e 4% para Sandra, Trindade e Orente, individualmente.

Greca desaba e terá de disputar segundo turno com Fruet, indica o Ibope

A declaração de que sentiu vontade de vomitar ao socorrer um mendigo e a suspeita de que se apropriou de móveis de uma casa histórica adquirida durante sua gestão como prefeito de Curitiba, interromperam a ascensão vertiginosa de Rafael Greca (PMN) e o devolveram ao mesmo patamar do início da corrida eleitoral, segundo pesquisa Ibope divulgada ontem. A possibilidade de definição no primeiro turno, apontado na pesquisa anterior, esvaiu-se: Greca terá que enfrentar o prefeito Gustavo Fruet (PDT) no segundo turno.

Vinte e oito, 45, 30: essa foi a trajetória de Greca aferida pelo Ibope nas três pesquisas encomendadas pelo RPC. Fruet também voltou ao índice apurado na primeira consulta: 19-16-19, e consolidou-se na segunda colocação. Ney Leprevost (PSD) deu um salto para cima, chegando a 15% (seis e seis nas duas sondagens anteriores). Roberto Requião Filho (PMDB) estagnou nos oito pontos (16 na primeira pesquisa), Maria Victoria (PP) oscilou para cima (quatro-seis-sete) e Tadeu Veneri, coitado, continua comendo poeira (dois-quatro-cinco). Os outros dois candidatos somam 1%.

Considerando os votos válidos, a corrida fica assim: Greca (35%), Fruet (22), Leprevost (17), Requião (oito), Maria (oito), Veneri (seis). Que humilhação: o petista veterano (está no quarto mandato de deputado estadual) pode obter menos voto que uma novata na política e que colocou os pés vermelhos em Curitiba (é maringaense) dois anos atrás, ao conquistar uma cadeira na Assembleia.

Acompanhe www.josepedriali.com.br