22°
Máx
16°
Min

Lula, o “mais honesto”, implora: não quer ser julgado por Moro

Não há viva alma mais honesta do que eu neste país”.

(Lula, em janeiro, ao falar a blogueiros financiados pelo PT.)

“Duvido que algum procurador, que algum delegado da polícia, seja mais honesto que eu, mais ético que eu, nesse País".

(Lula, dois dias atrás, em entrevista à rede árabe de televisão Al Jaazera.)

Informa o Estadão:

“A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou nesta quarta-feira, 15, com um recurso no Supremo Tribunal Federal para que as investigações contra ele permaneçam na Corte e não nas mãos do juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância.”

Ué, porque a “viva alma mais honesta deste país”, o “mais honesto” que procuradores e delegados tem medo do juiz federal Sergio Moro?

Ele não deveria agradecer a possibilidade de provar, diante do juiz rigoroso, sua honestidade?