22°
Máx
17°
Min

Lula toma posse informal da Casa Civil. E afronta a lei (com a cumplicidade de Dilma)

Jantar ontem à noite, no Palácio da Alvorada, entre Lula e a rainha deposta Dilma Rousseff marcou o início das atividades dele como chefe da Casa Civil, cuja posse foi suspensa por decisão do ministro do STF Gilmar Mendes.

Lula viajou a Brasília de jatinho – é o transporte que o ex-pobre escolheu para si -, pago sabe-se lá por quem. E se hospedou em suíte de luxo em hotel ao lado do Alvorada. Paga sabe-se lá por quem.

Missão de Lula: evitar o impeachment de Dilma. Primeira tarefa: conter a debandada do PMDB, começando pela cooptação de seu líder e vice-presidente da República Michel Temer. Ambos se encontrarão hoje.

Consumada a posse informal de Lula na chefia da Casa Civil – a articulação política é a principal tarefa dessa Pasta -, ele e Dilma deixam explícita a insubordinação à lei (já que ele está impedido de exercer as funções de chefe da Casa Civil) e cometem o crime de “usurpação de função pública”, pelo mesmo motivo.

Quanto mais tentam evitar o pior, mais Dilma e Lula pioram as coisas.

Acompanhe José Pedriali