28°
Máx
17°
Min

MP denuncia Lula por tráfico de influência. Y otras cositas más

Não deu outra: o Ministério Público acatou indiciamento feito pela PF e denunciou o ex-presidente Lula, a “viva alma mais honesta deste país”, por corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa e tráfico de influência. Oito pessoas foram denunciadas com ele.

As acusações se referem à contratação da empresa de seu sobrinho Taiguara Rodrigues pela Odebrecht após a empreiteira abocanhar empréstimo de R$ 1 bilhão para tocar obras numa hidrelétrica de Angola. Dinheiro pago a Taiguara, assim como a contratação de “palestras” de Lula foram uma forma de disfarçar a propina destinada ao ex-presidente. Seu irmão, Frei Chico, também foi beneficiado pelos pixulecos (como o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, condenado a algumas dezenas de anos por corrupção e lavagem de dinheiro, chamava a propina que recolhia para o PT).

A propina recebida por Lula foi de R$ 30 milhões, em valores atualizados.

“A denúncia separa a atuação do ex-presidente duas fases", explica a Folha de S.Paulo: "a primeira, entre 2008 e 2010, quando o petista ainda era presidente e, na como agente público, praticou corrupção passiva. A segunda ocorreu entre 2011 e 2015, após ele deixar a presidência, e diz que Lula,como ex-mandatário, cometeu tráfico de influência em benefício dos envolvidos.”

Indiciamento, denúncia: a próxima etapa será a transformação de Lula em réu em mais este processo – o que o colocará na posição inédita de ex-presidente réu em quatro casos e à espera da conclusão de outros tantos.

Como sofre a “viva alma mais honesta deste país”...

Acompanhe www.josepedriali.com.br