22°
Máx
16°
Min

O atestado de óbito de Lula

Vá lá que o Lula perdeu – depois dos desastres personificados por Dilma e Haddad – seu poder de eleger postes.

Vá que o Lula, por causa do desgaste dele e do PT provocado pelas revelações da Lava Jato, não consiga ajudar a campanha de companheiros petistas. Onde esteve (com exceção de Recife, onde um petista disputará o segundo turno), a candidatura murchou.

Vá lá que seu protegido-mor e candidato à sua sucessão no comando do partido Fernando Haddad tenha sido humilhado em São Paulo, onde um tucano – logo um tucano! – venceu a disputa pela Prefeitura de São Paulo no primeiro turno.

Mas não conseguir eleger mero vereador o próprio filho, Marcos Cláudio Lula da Silva, e no berço do PT, São Bernardo do Campo, aí é de mais!

A derrota do filho é o atestado de óbito de Lula – para todos os séculos dos séculos, amém, já que a Lava Jato não permitirá sua ressurreição.

Acompanhe www.josepedriali.com.br