28°
Máx
17°
Min

O crime de lesa-pátria de Lula e Dilma

A concessionária Triunfo Econorte pretende antecipar para este ano as obras de duplicação da BR-369 entre Jataizinho e Cornélio Procópio. O projeto estava previsto para ser executado somente em 2021, mas o governo do estado do Paraná, através do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR), solicitou estudos para a antecipação da duplicação.

A etapa de análise de viabilidade e elaboração de projetos já foi vencida. “Temos que aguardar a aprovação final dos projetos, bem com seguir com todos os trâmites legais do processo, que incluem a adequação do Contrato de Concessão, a assinatura de Termo Aditivo entre as partes e o encaminhamento, para ciência, ao Ministério dos Transportes. Superadas estas etapas, a Concessionária estará apta para iniciar as obras”, revela o diretor da Triunfo Econorte, Daniel Victorino.

O início das obras ainda não tem prazo, mas o diretor de operações ressalta que a duplicação trará grandes benefícios para a população da região, especialmente para os motoristas que utilizam a rodovia diariamente. "Com a rodovia duplicada, eleva-se a segurança e o conforto dos usuários de nossas rodovias. Além de reduzir o tempo de viagem, a duplicação proporcionará melhor escoamento da produção agrícola da região ”, diz Victorino.

O projeto contempla ampliação de pontes, retornos em nível, correções geométricas de pistas para deixá-las mais suaves, além de construção de viadutos.

Como a iniciativa ainda está em fase de estudos, podem ocorrer ajustes nos trechos. “Por exemplo, recentemente encaminharam solicitação de análise da duplicação da BR-369 ser estendida até o Aeroporto de Cornélio Procópio. Originalmente, iria até o acesso a Leópolis. Estamos avaliando o segmento para incluir outro viaduto no acesso à rodoviária, ou seja, os trabalhos ainda estão em fase de projeto, mas estamos focados em garantir a melhor alternativa de projeto, que garanta segurança e mobilidade para a população desta região”.

 O diretor da concessionária reforça que os projetos ainda estão em fase de discussão, ainda passando por estudos.