22°
Máx
14°
Min

Ode à presidenta inocenta

Dilma é inocenta

Assim falou a deputada*

Que baita mancada:

É coisa de jumenta!


Mas a nossa presidenta

Rainha da patacoada

Ficou é maravilhada

Se non è vero, inventa!


Metida na tormenta

Apela à companheirada

Que de tão desvairada

Solta m... pelas ventas


O Brasil não mais aguenta

Essa mulher atabalhoada

Raivosa, desastrada

Que do Cão se diz parenta


É hora da água benta

Para sairmos da enrascada

E evitar a emboscada:

Xô, Dilma, sua incompetenta!


 * Não foi deputada
 mas sim senadora
 de tal epíteto a autora:
 registre-se a mancada.

Acompanhe www.josepedriali.com.br