22°
Máx
16°
Min

Por que Requião não foi denunciado ao STF?

O senador Roberto Requião xingou, exigiu direito de resposta, ameaçou processar – fez o de sempre quando é atingido. Mas, em relação à denúncia de que teria agido para achacar contribuintes com pendências na Receita quando governador (2003-10), deveria levar as mãos aos céus, pois sequer foi denunciado ao STF.

A denúncia foi revelada pela Folha de S.Paulo há nove dias.

O caso é o seguinte: o auditor Luiz Antônio de Souza o acusou de ordenar aos fiscais que apertassem o cerco aos contribuintes com pendências na Receita para que eles recorressem ao Conselho de Contribuintes e Recursos Fiscais CCRF), órgão responsável por julgar as questões tributárias. O caso, então, era tratado pelo escritório de advocacia de Heron Arzua, secretário de Fazenda, que o delegara à sua filha, que ganhava a ação e repassava parte dos honorários ao governador.

A acusação é gravíssima e Requião a nega, OK.

Mas uma coisa me intriga. Antes de explicitá-la, vou lembrar quem é Souza: investigado por corrupção, ele acabou flagrado num motel em Londrina, em janeiro do ano passado, com uma garota de 15 anos e R$ 20 mil em dinheiro. As provas contra ele, que envolviam sua participação numa rede de exploração sexual de menores, eram cabais e, assim, ele decidiu, quatro meses depois, abrir o bico, tornando-se o principal delator da Operação Publicano. Deflagrada pelo Gaeco, a operação investiga desvios na Receita do Paraná.

O teor delação de Souza foi tornada pública por seu advogado, Eduardo Duarte Ferreira – um procedimento inusual. Souza afirmou ser mera engrenagem de uma organização criminosa instalada na Receita e comandada “politicamente” por um parente do governador Beto Richa, que, por sua vez, teve a campanha à reeleição alimentada por dinheiro desviado da Receita.

A acusação a Richa tornou-se um prato cheio para a imprensa, para seus opositores e, claro, para blogueiros a serviço do PT – já que o governador é tucano – e serviu de munição para a Procuradoria da República denunciá-lo ao STJ.

Eis a questão que me intriga: Richa foi denunciado por se beneficiar de um suposto esquema criminoso; Requião, de comandar um esquema criminoso – e a Procuradoria da República omite a denúncia ao STF.

Por que os dois pesos e duas medidas, tanto da Procuradoria quanto da imprensa, que não se deu ao trabalho de se aprofundar na denúncia, limitando-se a apresentá-la acompanhada da versão de Requião e... silêncio?! O fato de Requião ser um aliado do PT não tem, evidentemente, nada a ver com essa omissão...

Em tempo: Souza perdeu os benefícios da delação depois que o Gaeco constatou que mesmo preso ele continuava a extorquir empresários, ação da qual teria participado seu advogado – que tornou pública a denúncia contra Richa e ocultou a contra Requião.

Acompanhe www.josepedriali.com.br