22°
Máx
14°
Min

Após declaração de ministro, PF antecipa operação e prende Palocci

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta segunda-feira (26) a 35° fase da Operação Lava Jato, batizada como Omertà, que apura um esquema de devio de recurso bilionário na Petrobras, e resultou na prisão de três pessoas, entre elas o ex-ministro da Fazenda, Antônio Palocci. 

A ação da PF teve de ser antecipada para esta segunda após a declaração do ministro da Justiça Alexandre de Moraes, que no domingo comentou que haveria uma nova operação nesta semana. 

Uma fonte da PF, ouvida pelo blog, afirmou que a 35° fase estava de fato programada para esta semana, mas resolveram antecipar para evitar vazamentos que pudessem comprometer a operação. 

Internamente a declaração de Moraes não caiu bem dentro do PF -- em especial no núcleo envolvido com a investigação da Lava Jato. Diz a fonte que o ministro tinha ciência da deflagração da operação, mas que não tinha detalhes da investigação.