22°
Máx
16°
Min

"De sério Paulo Bernardo não tem nada", diz Requião em jantar com Lula

O senador e o ex-governador Roberto Requião (PMDB) deixou a senadora Gleisi Hoffmann (PT) numa tremenda saia justa durante um jantar que reuniu outros senadores da República e o ex-presidente Lula.

Lá pelas tantas, durante o jantar, os parlamentares começaram a falar sobre a operação da Polícia Federal (PF), batizada como Custo Brasil, que resultou na prisão do ex-ministro do Planejamento e da Comunicação, Paulo Bernardo, pela suspeita de envolvimento num esquema que pode ter desviado R$ 100 milhões num contrato mantido pelo ministério do Planejamento. 

Foi aí que Requião tomou a palavra. Diz uma fonte, que esteve no jantar, que o senador do Paraná começou a criticar a operação da PF. Requião disse que a ação da PF mais parecia um show de pirotecnia e dai falou que não tinha porque defender o ex-ministro Paulo Bernardo, até porque "de sério o Paulo Bernardo não tem nada", comentou Requião em tom de brincadeira. 

Imediatamente, os senadores se voltaram para Gleisi, que ficou numa saia justa na frente dos colegas.