26°
Máx
19°
Min

Eleição marca derrota da família Requião em Curitiba

Nem o filho, muito menos o sobrinho. O senador Roberto Requião (PMDB) não conseguiu ajudar os parentes a se eleger na eleição de 2016.

O filho, Requião Filho (PMDB), disputava a prefeitura de Curitiba. Com uma proposta diferenciada no modo de fazer a campanha eleitoral, Requião Filho obteve pouco mais de 52 mil votos nas urnas -- terminando a disputa em 5º lugar. 

De acordo com as pesquisas,  ele era o que detinha a maior rejeição dentre os postulantes ao cargo. Por exercer o primeiro mandato de deputado estadual, a rejeição estava mais ligada ao senador do que ao candidato. 

Paikan Mello e Silva, que é sobrinho de Roberto Requião, teve um desempenho pior ainda. Ele que disputava uma das 38 cadeiras na Câmara Municipal obteve só 667 votos nas urnas.