24°
Máx
17°
Min

Esperidião Amin está cotado para disputar presidência da Câmara dos Deputados

Enquanto paira a dúvida sobre o futuro do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), surgem boatos no Congresso Nacional sobre possíveis candidatos ao cargo. 

O mais novo "cotado" é o experiente deputado federal por Santa Catarina, Esperidião Amin, do PP. Ex-prefeito, governador e senador pelo estado catarinense, Amim tem reunido parlamentares de diferentes partidos para tentar viabilizar a candidatura -- caso Cunha abra mão da presidência ou seja cassado. 

Além de Amim, corre nos corredores do Congresso a possibilidade de outras três candidaturas: a do atual 2º vice presidente, Fernando Giacobo (PR), Rogério Rosso, do PSD, e Jovair Arantes (PTB).  

O mandato seria tampão -- que se estenderia até fevereiro de 2017, quando haveria novas eleições.  

Por já ocupar a 2º vice presidência, Giacobo desponta, com leve vantagem, como favorito. Ele tem presidido as sessões plenárias e as votações do legislativo. 

O escolhido, no entanto, será definido conforme os votos dos parlamentares que integram o bloco parlamentar que ficou conhecido como "Centrão". Este bloco inclui 12 partidos: PP, PR, PSD, PTB, PROS, PSC, SD, PRB, PEN, PTN, PHS e PSL. Pelos cálculos dos líderes desses partidos, somados eles representam 225 deputados. Ou seja, número suficiente para decidir a eleição. 



ESPERIDIÃO AMIN - PP/SC