23°
Máx
12°
Min

Ministro da Justiça ganha nova chance após reunião com Temer

Foto: Rovena Rosa/ Agência Brasil - Ministro da Justiça ganha nova chance após reunião com Temer
Foto: Rovena Rosa/ Agência Brasil

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, ganhou uma sobrevida na pasta. 

Após reunião nesta terça-feira (27) com o presidente Michel Temer (PMDB), ficou decidido que Moraes permanece no ministério, mas o puxão de orelha foi dado. 

No último domingo (25), o ministro afirmou que nesta semana haveria mais uma etapa da operação Lava Jato -- que apura um desvio bilionário na Petrobras, com envolvimento de empresas, políticos e doleiros. 

No dia seguinte, a Polícia Federal deflagrou a 35º fase da Lava Jato que resultou na prisão temporária de três pessoas, entre elas Antônio Palocci, ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil do governo de Lula e Dilma Rousseff (PT).

Internamente, a declaração de Moraes desagradou o Palácio do Planalto e nos bastidores em Brasília comentava-se até a possibilidade da substituição do ministro da Justiça. 

Após reunião no Palácio, Alexandre de Moraes ganhou mais uma chance no cargo e um recado claro: o governo não vai mais tolerar este tipo de erro. 

Temer tem feito de tudo para ficar o mais afastado possível da Lava Jato e a declaração de Moraes acabou por levantar a suspeita que o Palácio do Planalto é informado com antecedência sobre o trabalho da PF -- em especial da investigação sobre os desvios da Petrobras.