22°
Máx
16°
Min

Petistas do Paraná estão preocupados com a prisão de Paulo Bernardo

É intensa a troca de ligações da cúpula do PT de Curitiba com os caciques estaduais e nacionais na manhã desta quinta-feira (23).

Tudo porque os membros do Partido dos Trabalhadores acordaram com a notícia de que a Polícia Federal bateu logo cedo à porta da casa da senadora Gleisi Hoffmann (PT) e do ex- ministro Paulo Bernardo -- durante mais uma fase da Operação Lava Jato. 

Paulo Bernardo está preso e os federais estão fazendo buscas na casa do casal em Curitiba. 

A notícia da prisão de Paulo Bernardo caiu como uma bomba dentro do PT. Considerado homem de confiança do ex-presidente Lula, os petistas temem mais uma delação premiada que pode afundar ainda mais o partido no escândalo de corrupção. 

Na esfera estadual é sabido que Paulo Bernardo irrigou diversas campanhas de petistas. O receio agora é que as contas de campanha de 2010, 2012 e 2014 venham à tona.