22°
Máx
16°
Min

Presidente do TJ cancela sessão que ia analisar processo contra Nelson Justus

O presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, Paulo Vasconcelos, suspendeu a sessão contenciosa do Órgão Especial marcada para a tarde desta segunda-feira (30). Estava prevista para esta sessão a decisão de aceitar ou não a análise do processo contra o deputado Nelson Justus (DEM). 

O parlamentar foi acusado pelo Ministério Público do Paraná de comandar um esquema de corrupção na Assembleia Legislativa do Paraná, entre os anos de 2007 e 2010, quando presidiu a Casa. O esquema foi denunciado na série de reportagens Diários Secretos.  

No documento disponibilizado pelo TJ não há uma justificativa para a suspensão da sessão. A portaria número 3039, assinada pelo presidente e datada de 17 de maio, só informa a suspensão e nada mais. A assessoria de imprensa do tribunal paranaense confirmou a suspensão. Desta maneira, a sessão que julga matérias contenciosas deve acontecer somente no próximo dia 13 de junho -- quando os magistrados devem dar um parecer sobre o andamento ou não da denúncia do MP contra Justus.  

Na última sessão contenciosa do Órgão Especial, o desembargador Coimbra de Moura pediu vistas ao processo que envolve Justus.