24°
Máx
17°
Min

Ricardo Barros pode assumir ministério num eventual governo Temer

Foto: Luis Macedo/ Câmara dos Deputados: Antes da votação do impeachment, a presidente Dilma já tinha oferecido o Ministério da Saúde para Ricardo Barros - Ricardo Barros pode assumir ministério num eventual governo Temer
Foto: Luis Macedo/ Câmara dos Deputados: Antes da votação do impeachment, a presidente Dilma já tinha oferecido o Ministério da Saúde para Ricardo Barros

O deputado federal paranaense Ricardo Barros é um dos nomes cotados para assumir um ministério num eventual governo de Michel Temer (PMDB). A cúpula do PP se reuniu com o peemedebista e durante o encontro foi discutido a cessão de ministérios para os progressistas. 

Conta uma boa fonte do PP que o Ministério da Saúde deve ficar com o partido. E na reunião da executiva com Temer, o nome de Ricardo Barros foi chancelado para ocupar a pasta -- uma das mais importantes do Governo. 

No fim de semana que passou, surgiu mais um nome que seria indicação do PP para o Ministério da Saúde -- seria o cirurgião Raul Cutait. 

Antes do PP se posicionar quanto ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), o Palácio do Planalto tinha assediado Ricardo Barros para ocupar justamente o Ministério da Saúde. 

Na época, Dilma ofereceu a pasta para tentar neutralizar o PP para não votar a favor da saída dela da presidência. Mas o que se viu foi a bancada dos progressistas, quase em sua unanimidade, votar favorável ao impeachment -- inclusive o próprio Ricardo Barros votou pelo impeachment de Dilma Rousseff.