22°
Máx
16°
Min

TJ rejeita denúncia contra deputado no caso da empregada fantasma de Requião

Por 16 votos a 2, os desembargadores que compõem o Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná rejeitaram na sessão desta segunda-feira (2) uma denúncia do Ministério Público contra o deputado estadual Nereu Moura (PMDB).

A denúncia narra um esquema de desvio de dinheiro na Assembleia Legislativa nos anos 2000. No centro deste escândalo está uma empregada doméstica que, na época dos fatos, trabalhava na casa do hoje senador Roberto Requião (PMDB). Foi o próprio parlamentar quem denunciou o caso da tribuna do Congresso Nacional à época.

Após investigação, concluiu-se que a mulher era funcionária fantasma da Assembleia, mas que não tinha envolvimento com o desvio e que teve os documentos usados para ser nomeada num cargo.

A empregada estava lotada no gabinete da liderança do PMDB, na época comandada pelo deputado Nereu Moura. O salário dela era creditado na conta bancária de terceiros e ela não recebia nada e sequer sabia que era funcionária do Poder Legislativo do Paraná. 

Na sessão desta segunda, os desembargadores rejeitaram a denúncia.