26°
Máx
19°
Min

Vereadores batem boca após Galdino elogiar Bolsonaro na Câmara de Curitiba

Um elogio do vereador de Curitiba Professor Galdino (PSDB) a um projeto de lei do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSC), filho polêmico Jair Bolsonaro (PSC), desencadeou um bate boca entre os parlamentares na sessão desta segunda-feira (30) na Câmara Municipal de Curitiba. 

Galdino elogiou a proposta de lei que criminaliza a apologia ao comunismo. O vereador tucano afirmou que “o lulopetismo queria transformar o Brasil numa ditadura tropical, nos moldes do Hugo Chávez”. “O comunismo é tão nefasto quanto o fascismo”, disse Galdino, ao fazer uma analogia de Stálin, que para o vereador se aproximaria do PT, a Hitler.

A vereadora petista Professora Josete foi uma que se levantou contra Galdino, dizendo que é filiada ao PT há mais de 20 anos e que Stálin nunca serviu de referência para o Partido dos Trabalhadores.