22°
Máx
16°
Min

Adeus ao grande cineasta

O cineasta Hector Babenco morreu na noite da última quarta-feira, 13, aos 70 anos, de parada cardíaca em casa. A informação foi confirmada por sua ex-mulher, Raquel Arnaud. Babenco nasceu em Mar del Plata, na Argentina. Radicou-se no Brasil a partir de seus 19 anos e naturalizou-se brasileiro aos 31 anos. Foi indicado ao Oscar de melhor diretor com "O Beijo da Mulher-aranha", em 85. Outros filmes conhecidos do cineasta são "Pixote: A Lei do Mais Fraco", "Carandiru (2003)" e "Meu Amigo Hindu".

Foto: Getty Images Foto: Getty Images