20°
Máx
14°
Min

A exposição ‘A arte Imita a Vida’ está à mostra no Museu histórico Willy Barth

Foto: Assessoria de imprensa - A exposição ‘A arte Imita a Vida’ está à mostra no Museu Willy Barth
Foto: Assessoria de imprensa

O museu Histórico Willy Barth recebeu na noite de quinta-feira (07) a abertura da exposição de pinturas dos alunos da Casa da Cultura, Centro da Juventude do Jardim Coopagro e Ceu das Artes. A mostra das crianças, jovens e adultos, ‘A arte imita a vida’ ficará a mostra até o final de agosto.

A mostra visual apresentam olhares diversos através da técnica óleo sobre tela no espaço de exposições itinerantes do Museu. Segundo a professora de desenho Marta Guder, existem bastantes talentos no município, é preciso explorar essa habilidade. 

“Os desenhos não são feitos para ficarem dentro de uma gaveta, essas obras são feitas para ganharem o mundo, ir para a rua e o pessoal ver, esse é o objetivo geral”, disse. Marta ressaltou que são preparadas duas exposições durante o ano, uma no final do primeiro semestre e outra grande exposição no hall de entrada do teatro Municipal para celebrar o final do ano.

São três locais que contam com turmas da atividade artística. “No CEU das Artes tem uma turma de pintura em tela, uma turma de desenho e uma turma de pintura em tecido. Na Casa da Cultura temos três turmas de pintura em tela, três turmas de introdução ao desenho e duas turmas de desenho intermediário. Já no Centro de Juventude do Jardim Coopagro tem uma turma de introdução ao desenho”, explicou Marta.

Exposições do Museu

O museu conta ainda com a exposição em banner Toledo Cidade Labor, mostra permanente no Museu, onde consta o Hino de Toledo e algumas fotografias antigas. Atualmente também está em exposição o ‘Encanto da Música’, com instrumentos musicais, inclusive da antiga banda Lira, da década de 80.

Há também a exposição do Pioneirismo, também permanente, que retrata como era a vida dos pioneiros na chegada à Toledo, como eram as casas e o modo de vida dos colonizadores e ainda a exposição da Sala Willy Barth, onde estão os pertences do pioneiro toledano.

Segundo a coordenadora do Museu, Rejane Rauber, o museu tem espaço e oferece a oportunidade para quem quiser realizar uma exposição. “Nós temos dentro das instalações do Museu um espaço para receber exposições de artistas locais e regionais”. Rejane ainda informou que para ocupar o espaço com uma exposição basta entrar em contato com a equipe do Museu Histórico Willy Barth através do telefone (45) 3377-1328.

O Museu localiza-se na Rua Guarani, na Vila Becker, próximo ao futuro Hospital Regional, e o horário de atendimento é das 08h às 11h45 e das 13h30 às 17h30. No primeiro sábado de cada mês o local está aberto das 13h30 às 17h30.

Colaboração: Assessoria de imprensa