26°
Máx
19°
Min

Artista iguaçuense expõe na noite mágica de Paris

- Artista iguaçuense expõe na noite mágica de Paris

O iguaçuense Adriano Monanc invade mais uma vez o cenário cultural de Paris, na França. Sete meses depois da bem-sucedida passagem da temporada da mostra Novas Cores pela galeria Golan Rouzkhosh, o artista apresenta o seu mais novo projeto internacional: Epidemia da Paz- Borboletas de Monanc. A convite da prefeitura local, a instalação será exposta na Nuit Blanche, um dos eventos anuais de arte e cultura mais concorridos da Europa, que este ano acontece no dia 1º de outubro.

Desde seu lançamento, em 2002, a Nuit Blanche (Noite Branca), também conhecida como noite mágica de Paris, atrai milhares de visitantes de todas as partes do mundo. Nesta data, galerias de arte, museus, prédios históricos e piscinas públicas da capital francesa abrem suas portas de graça ao público, para oferecer a mais diversificada arte multicultural, representada por artistas de todos os cantos do planeta.

É um eclético movimento cultural formado por instalações de luzes elaboradas, performances modernistas e concertos, entre outras. Tem gente que aproveita essa grande exposição a céu aberto para fazer um grande tour até o amanhecer.

De acordo com Monanc, é uma grande honra participar de um evento cultural tão importante como esse. O convite surgiu a partir da mostra Novas Cores, que reúne 26 obras. Um trabalho marcado pelo traço impressionista característico de Monanc.

A exemplo daquela mostra, na qual o artista convidava o público a tomar uma atitude de respeito em relação à natureza, a ideia da instalação agora é espalhar borboletas da paz pelo mundo afora. “A proposta é transmitir uma mensagem de amor, de respeito ao ser humano, de liberdade, do direito de ir e vir sem preconceito, aproximando todas as raças.”

Onde encontrar

A instalação de Monanc será feita na entrada do metrô do museu do Louvre, um dos mais famosos do mundo. Para o projeto, o iguaçuense convidou uma associação chamada Espoir 18. A comunidade é formada por jovens pobres de diversas partes do mundo, como Argélia, França, Senegal e Líbano, entre outras.

Pré-montagem

Nesta terça-feira (20) já começa o trabalho de criação. Os garotos vão ajudar a cortar os desenhos das borboletas a partir de garrafas pet. Depois, elas serão pintadas para ganhar as cores da instalação.

Convite internacional

Monanc viajou pela primeira vez este ano para a França a convite de dois caçadores de talentos da empresa Gringo Production. Eles conheceram a obra do artista em Foz do Iguaçu, durante a Copa do Mundo, no Brasil, em 2014. Os estrangeiros ficaram fascinados pelo trabalho do iguaçuense.

Quem é Monanc    

Autodidata, Monanc pegou gosto pelas artes plásticas ainda criança, mas só passou a pintar profissionalmente há seis anos. O acervo do pintor está registrado e catalogado na Toscana, Itália. A forma de pintar, com o uso de maçaricos a uma temperatura de até 1.500 graus, é o grande diferencial do trabalho de Monanc.

O artista já fez várias exposições no Brasil e na Itália e participou de diversas ações midiáticas, para mostrar seu talento e divulgar o Destino Iguaçu, como no sobrevoo das Cataratas do Iguaçu, em 2011, quando pintou um quadro em homenagem ao atrativo. A iniciativa marcou a campanha das eleições da atração como uma das novas sete maravilhas da natureza.

Colaboração: Assessoria.