22°
Máx
14°
Min

Companhia paulistana traz a peça “Porque Somos Mutantes” para Londrina

(foto: divulgação) - Companhia paulistana traz a peça “Porque Somos Mutantes” para Londrina
(foto: divulgação)

“Porque Somos Mutantes” discute processos inevitáveis de transformação do ser humano. Espetáculo de companhia paulistana será apresentado nesta quinta-feira (6), no Circo Funcart, dentro da programação do Festival de Dança de Londrina

Os corpos sobre o palco estão atravessados pela angústia do convívio social e pela difícil aceitação de sua impermanência. Esta atmosfera envolve “Porque Somos Mutantes”, da Cia Fragmento de Dança, atração desta quinta-feira (6 de outubro), no 14º Festival de Dança de Londrina. A companhia paulistana vai se apresentar às 20h30, no Circo Funcart.

A diretora e coreógrafa Vanessa Macedo inspira-se na obra do escultor Jason Decaires Taylor, que cria esculturas - geralmente de formas humanas - e as submerge no mar, formando uma espécie de museu submarino transformado pela ação da natureza.

Refletindo sobre ações que independem das nossas vontades, o grupo propõe discutir processos inevitáveis de transformação em que perdemos o registro do que somos. Isto acontece tanto em situações degenerativas, como no Mal de Alzheimer, quanto na necessidade de adequação imposta pelo convívio social.

Com movimentos em ritmo próprio, imagens que se formam e se deformam, o espetáculo convoca os bailarinos a materializarem a melancolia da convivência em grupo. Entre memórias e sentimentos, eles refletem a tentativa fracassada de encontrar uma identidade diante da fragmentação do “eu”.

O elenco traz os bailarinos Chico Rosa, Daniela Moraes, Diego Hazan, Flávia Tiemi, Iolanda Sinatra, Maitê Molnar e Rafael Edgar. A trilha sonora é de Murilo Emerenciano, figurinos de Daíse Neves e a iluminação, de Sandro Borelli.

“Porque Somos Mutantes” estreou em maio deste ano, com temporada em São Paulo, passando também por Campinas, Araras, Votorantim, São Roque, Bragança Paulista e Ourinhos, no interior do Estado. Em 2014, a Fragmento Cia de Dança participou do Festival em Londrina com a montagem "Ecos".

Pesquisa

Com direção de Vanessa Macedo, a Cia Fragmento de Dança desenvolve pesquisa e criação em dança contemporânea desde 2002. Na busca por uma dança teatralizada, preocupa-se com a construção de uma dramaturgia do corpo e da cena coerente com os temas pesquisados.

Suas criações são marcadas pela inspiração em artistas, obras e conteúdos especialmente confessionais, a partir dos quais discute relações vividas pelo homem, enquanto ser social, e ser solitário. Envolvida nessas questões, a companhia procura construir um vocabulário de movimento próprio, buscando uma estética dramatúrgica autoral.

Os projetos da Cia Fragmento têm sido viabilizados por meio de prêmios e editais, principalmente, o de Fomento à dança para a cidade de São Paulo. Entre suas últimas montagens estão "Aos vencedores, as batatas" (2014), “Sem Título” (2013), “Nuvens Insetos” (2012) e “Ecos” (2011). Em 14 anos de trajetória, a companhia acumula 13 espetáculos.

Serviço

Porque Somos Mutantes - Cia Fragmento de Dança (São Paulo-SP)

Dia: 6 de outubro (quinta-feira)

Horário: 20h30

Local: Circo Funcart (Rua Souza Naves, 2380)

Duração: 45 minutos

Classificação indicativa: 12 anos

(com assessoria de imprensa)