22°
Máx
16°
Min

Dia da mulher inspira a realização de diversas atividades especiais

(Foto: Divulgação)  - Dia da mulher inspira a realização de diversas atividades especiais
(Foto: Divulgação)

A pátria-mãe está grávida. Entre um parto e outro, o Brasil dá à luz a mais um de seus mais de duzentos milhões de filhos. É disso que se trata o espetáculo Amada, Mais Conhecida como Mulher e Também Chamada de Maria, da Cia Artehúmus de Teatro, que se apresenta nesta terça, 8, às 20h, no Centro Cultural da Juventude, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Com direção de Evil Rebouças, a peça revela as diversas facetas dessa mulher-país, como a mistura de prazer e dor no ato sexual e no cuidado de seus brasileiros.

Além de espetáculos, o dia está reservado para exposições como Pele Parede Pele, organizada pelas artistas plásticas Del Pilar Salum e Mônica Rubinho, em mostra no Sesc Santana. As imagens reunidas fazem parte de obras que ficam originalmente expostas em outras unidades do Sesc. A mostra busca refletir sobra a "casa" do feminino a partir da pele, sua superfície. O projeto integra o festival DeGeneradas 2, a continuação de uma cartografia que apresenta as possibilidades artísticas de criação em torno do feminismo e a luta por igualdade de gênero.

Para quem gosta de dançar, o Sesc Santana também oferece uma aula de stiletto, às 15h. O estilo característico de cantoras como Beyoncé combina hip hop e jazz com movimentos sensuais executados em cima do salto alto.

A música também tem seu espaço com a projeto Elas no Choro, que recebe diversas musicistas para uma roda aberta a partir das 15h, na Praça dos Arcos, que fica entre o cruzamento das avenidas Paulista e Angélica. O repertório organizado pelo Clube do Choro de São Paulo contemplará músicas de compositoras como Chiquinha Gonzaga e Lina Pesce.

No cinema, o Museu da Imagem e do Som (MIS) realiza a Mostra Helena Bonham Carter e celebra a carreira da atriz britânica no ano em que completa 50 anos. Com curadoria de André Sturm, a programação traz filmes estrelados por Helena como Noite de Reis (1996).

A Biblioteca Mário de Andrade também homenageia o cinema com a exibição de filmes da cineasta Maya Deren, nome importante da vanguarda dos EUA, nos anos 1940.

No sábado, 12, a Biblioteca Parque Villa-Lobos realiza o 2.º Encontro de Mulheres RPGistas, promovido pelo Coletivo Minas de Moria. O evento trará uma programação em torno do universo geek, com debates sobre games, oficinas e partidas de jogos de tabuleiro.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.