26°
Máx
19°
Min

Grupo que conta histórias em Libras e adapta para o português se apresenta em Londrina

(foto: divulgação)  - Grupo que conta histórias em Libras  se apresenta em Londrina
(foto: divulgação)

Contar histórias para quem não escuta? O grupo paulista Mãos de Fada nasceu em 2012 com esse propósito, com intérpretes que decidiram se juntar para adaptar histórias para os surdos e vêm para Londrina o dia 8 de agosto para se apresentar no Iles, Instituto Londrinense de Educação de Surdos. O evento faz parte da programação do 6° Encontro de Contadores de Histórias de Londrina.

Thalita Passos é intérprete profissional e uma das narradoras do Mãos de fada. Ela diz que o grupo começou a partir da necessidade de adaptação de histórias para eventos “Nós somos intérpretes profissionais há alguns anos. Algumas bibliotecas estaduais de São Paulo começaram a nos solicitar para interpretar algumas histórias em eventos da prefeitura.”

Mas os convites esporádicos não foram suficientes para os profissionais que, além de terem dificuldade de interpretar as histórias ao pé da letra, não queriam atuar apenas em alguns eventos. “Com os convites, decidimos criar o grupo para adaptar as histórias pra eles. Não o contrário. A criança surda tem uma cultura diferente. Libras é a primeira língua deles, o português vem depois”, explicou Thalita.

Os próprios integrantes do grupo que fazem a modificação das histórias para a linguagem de sinais. “A tradução é em português. Os ouvintes também podem participar das nossas apresentações, mas, é para eles que vamos adaptar. Essa é a nossa diferença.”

O grupo tem uma agenda fixa e se apresenta duas vezes no mês na biblioteca Parque Villas Lobos, em São Paulo.

Atualmente, o 'Mãos de fada' conta com narradores surdos na equipe, o que facilita as adaptações. “Nós crescemos muito nos últimos anos, a presença de narradores surdos nos ajudou muito para mudar a linguagem das histórias”. O grupo faz adaptações de fábulas, história do folclore brasileiro e clássicos da literatura.   

O 6° Encontro dos narradores de histórias de Londrina começa na terça-feira (2). Serão 13 dias e mais de 30 apresentações ao redor da cidade. A agenda completa está disponível no  www.ecohlondrina.com