24°
Máx
17°
Min

MoMA quer levar fotos do Brasil para EUA

Sarah Meister, diretora do Departamento de Fotografia do Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA), passou a semana passada em São Paulo com a missão de ampliar o acervo brasileiro na instituição americana. Fez isso com prazer, visitando exposições - entre elas a do Foto Cine Clube Bandeirante, em cartaz até 20 de março, no Masp. "Saí encantada da mostra e conversei com fotógrafos veteranos ligados ao clube, como German Lorca", contou ao Caderno 2, pouco antes de viajar para Nova York, na sexta.

Na bagagem ela levou livros, entre eles o do jovem fotógrafo Julio Bittencourt, catálogos e uma lista de nomes para a exposição que deve organizar no MoMA ,dedicada à fotografia brasileira de vanguarda no pós-guerra, acompanhada de um volume especial a ser publicado por ocasião da mostra. Ainda representada de forma precária no acervo do museu americano, a fotografia brasileira tem pouco mais de 70 imagens na coleção do MoMA, que, depois da guerra, apresentou pela primeira vez um profissional brasileiro em suas dependências. Foi Thomas Farkas (1924-2011), um dos pioneiros modernos, quem entregou a Edward Steichen, então no cargo de Sarah, sete imagens suas. Neste ano, ele figura ao lado de Geraldo de Barros no segundo volume da coleção de fotografias do museu.

A curadora esteve com os filhos de Farkas, passou pela exposição de José Oiticica Filho na Galeria Raquel Arnaud e visitou Miguel Rio Branco em sua casa. Ela não revela os nomes dos selecionados que pretende comprar para o acervo, pois eles devem ainda ser submetidos ao crivo da direção do museu. Em todo caso, adianta que três gerações estarão representadas na lista. A curadora ajudou a incorporar ao MoMA nomes como os de Alair Gomes, Regina Silveira, Rosângela Rennó e Vik Muniz, ampliando o acervo brasileiro que já contava com Claudia Andujar, Mário Cravo Neto, Nair Benedicto, Sebastião Salgado e Valdir Cruz.

Algumas fotos da exposição do Foto Cine Clube Bandeirante do Masp, entre elas uma de Gertrudes Altschul, deverão figurar na mostra programada para o museu americano, que incorporou recentemente imagens do fotógrafo Gaspar Gasparian (1899-1966) ao acervo. "Estive com Adriano Pedrosa e surgiram algumas ideias em nosso brainstorm", diz ela, revelando ainda que deverá contar com a ajuda de duas especialistas da área, Helouise Costa e Heloísa Espada na organização da exposição no MoMA.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.