28°
Máx
17°
Min

Museu Histórico de Londrina abre exposição Presenças Invisíveis no Norte do Paraná

(foto: divulgação) - Museu Histórico abre exposição Presenças Invisíveis no Norte do Paraná
(foto: divulgação)

Nesta quinta-feira (15), às 20 horas, ocorre no Museu Histórico de Londrina a abertura da exposição “Presenças Invisíveis no Norte do Paraná”, celebrando os 60 Anos da Cáritas Brasileira e os 20 Anos da Cáritas em Londrina.

A exposição tem o objetivo de mostrar o papel importante que a Cáritas exerce na sociedade como o atendimento a imigrantes, migrantes e refugiados que chegam ao Brasil e às cidades onde a Entidade atua com trabalhos voluntários de Pastorais e Campanhas de acolhimento e inserção na sociedade onde vão viver.

Segundo dados da Cáritas Londrina, levantamento de imigrantes que aqui chegaram nos anos de 2010: Guiné Bissau; 2011: Sudão; 2012: Paquistão, Argentina, França, Haitianos; 2013: Cuba, Guiné Bissau, Haiti, Bangladesh; 2014: Haiti, Bangladesh, Guiné Bissau, Síria, Colômbia, Senegal, Paquistão, Portugal; 2015: Angola, Bangladesh, Bolívia, China, Colômbia, Guiné Bissau, Haiti, Irã, Marrocos, Paquistão, Paraguai, Portugal, Síria, Venezuela. Atualmente 2000 pessoas são assistidas na região.

O trabalho se intensificou em 2012 com refugiados vindos do Haiti após terremoto no país em 2010 que resultou em milhares de pessoas e famílias chegando ao Brasil e posteriormente à Londrina. A Exposição ocupará as três Salas de Mostra Temporária com a seguinte disposição: as duas primeiras salas vão dar ênfase a todos os imigrantes atendidos pela Instituição, com fotografias e objetos de seus países ou da Região de origem e ilustrações de alunos de Design e Moda da UEL, nos convidando para reconhecer e acolher os recém-chegados. A terceira sala vai enfatizar o papel da Cáritas, sua fundação e os serviços a que se dedica.

Criada em 1996 por iniciativa de Dom Albano Cavalin que com outras pessoas, teve a idéia de criar na Igreja de Londrina, um setor que irradiasse iniciativas na área social de cunho solidário, diante da grave situação de vulnerabilidade e exclusão que vivia grande parte da população de Londrina.

A Cáritas até hoje tem pautado suas ações na garantia e defesa dos direitos humanos de pessoas e grupos que se encontram em situação de risco. Esse trabalho é realizado em rede, trabalham juntamente com todas as ações sociais da arquidiocese de Londrina: entidades sociais, movimentos, pastorais sociais, organismos políticos, com uma articulação no estado e com outros entes situados em outras unidades da federação, com destaque para o trabalho conjunto voltado para as situações de migração em parceria com entidades como o instituto de Migrações e Direitos Humanos e o Serviço Pastoral do Migrante.

A exposição ficará aberta ao público de 18 de setembro a 30 de outubro de 2016 nos horários de visitação do Museu. O Museu Histórico de Londrina, pede às pessoas que vierem visitar a exposição que tragam, se possível, 1 quilo de alimento não perecível para ser entregue à Cáritas de Londrina. O Museu fica na Rua Benjamin Constant, 900 – Centro (antiga Estação Ferroviária). Mais informações pelo telefone (43) 3323-0082.

(com assessoria de imprensa)